Mark Zuckerberg diz que desmembrar o Facebook não resolveria problemas reais

Por Natalie Rosa | 27 de Junho de 2019 às 16h46
Reprodução: Aspen Ideas Festival
Tudo sobre

Mark Zuckerberg

Saiba tudo sobre Mark Zuckerberg

O fundador e CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, afirma que o governo dos Estados Unidos não deveria desmembrar a rede social pois, assim, nenhum problema real seria de fato resolvido. A declaração foi feita na última quarta-feira (26), no Aspen Ideas Festival em entrevista ao professor de direito de Harvard, Cass Sunstein.

O assunto foi colocado em pauta recentemente, quando houve a proposta para que o Facebook se desmembrasse em outras entidades. Segundo as autoridades, a aquisição do Instagram (em 2012) e WhatsApp (em 2014) pela companhia teria criado práticas anticompetitivas. A ideia, então, seria criar uma divisão para cada serviço.

"Eu não concordo com isso. Acho que a integridade das eleições é realmente crítica e que remover conteúdo nocivo e gerenciar isso é importante, e é claro que garantir a inovação e a concorrência e pesquisa também é importante", disse Zuckerberg.

O executivo comentou ainda que o Facebook é uma empresa grande e bem sucedida, capaz de construir sistemas inéditos para resolver estes problemas. "Os sistemas, em muitos casos, são mais sofisticados do que qualquer um em muitos governos. Nós podemos construir isso uma vez e podemos aplicá-lo no Facebook, Instagram e Messenger", disse.

Zuckerberg finalizou dizendo entender que algumas fusões são ruins para a inovação, mas que estas (Facebook, Instagram e WhatsApp) não são. "Eu acho que seria muito difícil argumentar que qualquer tipo de inovação ou competição em um ecossistema mais amplo foi reduzida devido ao trabalho e inovação que foi levado para isso", completa.

A palestra completa está disponível na íntegra no YouTube, em inglês.

Fonte: Gizmodo

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.