Facebook lança plataforma para pequenos negócios venderem na internet

Por Rubens Eishima | 20 de Maio de 2020 às 07h50
Facebook
Tudo sobre

Facebook

Saiba tudo sobre Facebook

Ver mais

Com as preocupações em torno da atual crise econômica, agravada pela pandemia da COVID-19, muitas empresas estão agindo para ajudar pequenos empresários a manterem seus negócios. O Facebook, por exemplo, lançou o novo recurso Lojas do Facebook para que as pequenas empresas possam criar lojas online e oferecer seus produtos e serviços pela rede social.

A iniciativa é semelhante a algumas adotadas pela empresa no Instagram. No caso das Lojas do Facebook, o empresário seleciona os produtos a serem oferecidos e escolhe uma cor e foto para a página, tudo sem precisar de conhecimentos técnicos. A página pode, então, ser linkada ao perfil da empresa no Facebook e/ou Instagram, além de publicações nas redes.

O recurso conta ainda com integração aos aplicativos de comunicação do Facebook, oferecendo a opção de contato por WhatsApp, Direct do Instagram ou Messenger. Segundo a empresa, o plano é que até o processo de venda possa ser oferecido por chat.

As Lojas do Facebook serão disponibilizadas ao longo dos próximos meses. A rede social divulgou ainda planos para oferecer mais integrações com os apps da empresa, incluindo o novo Instagram Shop.

Empresas poderão oferecer seus produtos no Facebook e Instagram (imagem: Facebook)

Loja no Instagram e vendas durante lives

Outra opção anunciada para oferecer produtos e serviços é o Instagram Shop. O serviço começou a ser liberado nos Estados Unidos e terá uma aba de navegação própria no aplicativo. Marcas e criadores famosos também terão a possibilidade de oferecer produtos aos seguidores, além da chance de serem destacados na vitrine especial do perfil @shop.

Uma integração das Lojas do Facebook que será oferecida às empresas é a opção de listar produtos durante as lives. A marcação do produto exibirá um atalho para que os seguidores obtenham mais informações – e possam eventualmente adquirir o item.

Assim como as Lojas do Facebook, o Instagram Shop e as compras ao vivo não têm previsão para chegar ao Brasil; a rede social informou que disponibilizará os recursos nos “próximos meses”.

Fonte: Facebook

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.