Instagram avalia exigir permissão do usuário para incorporação de fotos

Instagram avalia exigir permissão do usuário para incorporação de fotos

Por Alberto Rocha | 06 de Junho de 2020 às 13h00
Comunicando

Se você utiliza o Instagram de forma profissional, seja para divulgar trabalhos de fotografia ou compartilhar imagens com direitos autoriais, saiba que em breve a rede social deve mudar a forma de incorporar fotos em sua plataforma. De acordo com informações do Ars Technica, a rede social em breve pode começar a dar mais controle aos usuários, passando a exigir uma aprovação para a utilização do recurso.

A novidade tem como objetivo evitar que indivíduos ou empresas compartilhem conteúdos sem a sua autorização prévia, o que pode causar processos judiciais relacionados a direitos autorais. Vale ressaltar que ao aceitar os termos de utilização do Instagram você concorda em sublicenciar suas publicações para outros usuários da plataforma.

"Embora nossos termos nos permitam conceder uma sublicença, não concedemos uma para a API de incorporação. Nossas políticas de plataforma exigem que terceiros tenham os direitos necessários dos detentores de direitos aplicáveis. Isso inclui garantir que eles tenham uma licença para compartilhar esse conteúdo, se uma licença for exigida por lei", revela um porta-voz do Facebook.

O recurso deve beneficiar principalmente fotógrafos profissionais, mas não deve ter um efeito muito prático para a maioria dos usuários regulares, uma vez que o público em geral não está ciente que precisa de autorização prévia antes de incorporar a foto de alguém.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

 Publicações do Instagram não podem ser incorporadas sem autorização prévia do autor (Reprodução: Instagram)

Processo na justiça motivou mudanças

A publicação destaca que um caso judicial datado no ano passado entre a revista Newsweek e o fotógrafo Elliot McGucken ressaltaram a necessidade em mudar os recursos de incorporação da rede social. A história começou quando o veículo de comunicação solicitou autorização para utilizar a imagem de um lago do deserto do Vale da Morte, na Califórnia, em uma de suas matérias.

Com a rejeição por parte do fotógrafo, a revista então incorporou a imagem postada no feed do Instagram do profissional. McGucken entrou com processo de violação aos seus direitos autorais contra a revista, que em sua defesa alega não ter desobedecido nenhuma regra, já que o Instagram sublicencia imagens postadas em sua plataforma.

Fonte: Engadget  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.