Facebook vai começar a inserir anúncios de realidade aumentada no seu feed

Por Nathan Vieira | 20 de Setembro de 2019 às 09h57
Reprodução
Tudo sobre

Facebook

Saiba tudo sobre Facebook

Ver mais

A realidade aumentada é um recurso que tem conquistado cada vez mais as empresas que buscam conexão com o seu público, e o Facebook está de olho nela para o feed de notícias. A rede social anunciou nesta quinta-feira (19) que lançará novos formatos de propagandas em sua plataforma, que entram em vigor ainda neste ano.

"Marcas e pessoas estão se entrelaçando, e isso está mudando a publicidade digital de uma comunicação de mão única para um diálogo contínuo alimentado pela criatividade. Para ajudar as marcas a abraçar ainda mais essa tendência, hoje estamos anunciando novas soluções de anúncios que incentivam uma experiência divertida entre pessoas e empresas e produzem resultados", anunciou a rede social.

A Trident, por exemplo, usou o recurso de realidade aumentada para sua campanha mais recente. A CD Projekt Red, desenvolvedora de Cyberpunk 2077, também fez o mesmo.

Segundo o Venture Beat, a rede social afirma que os anúncios aumentam o reconhecimento da marca, e a empresa de Menlo Park salienta que 63% dos usuários de Internet ​​dizem que participaram de uma experiência de realidade aumentada criada por uma marca. A WeMakeUp viu um aumento de 27,6% em suas vendas, coincidindo com o lançamento de um anúncio que usou esse artifício.

O Facebook diz que um anúncio da Vans criado em colaboração com a Creative teve um aumento de 4,4 pontos no recall de anúncios, bem como um aumento de 2,4 pontos na favorabilidade. A Bobbi Brown Cosmetics, que testou os anúncios de realidade aumentada para sua nova cor Luxe Matte Lip, afirma que as compras no site dobraram.

Facebook planeja contar com anúncios de realidade aumentada ainda em 2019

O Facebook faturou US$ 16,6 bilhões em receita com publicidade no segundo trimestre de 2019, um aumento de 28% ano a ano. O preço médio por anúncio nos serviços caiu 4% durante o trimestre, enquanto as impressões veiculadas subiram 33%. Enquanto isso, 94% (US$ 15,6 bilhões, o equivalente a R$ 65 bilhões) das receitas de publicidade do Facebook vieram de anúncios para celular.

Fonte: Venture Beat

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.