Facebook pode usar Stories para agrupar publicações na timeline

Por Redação | 09 de Junho de 2017 às 11h45

Muito se brinca sobre a obsessão do Facebook com o recurso Stories, disponível em todos os seus aplicativos e serviços agregados. Entretanto, agora a funcionalidade pode acabar servindo para organizar a linha do tempo de uma maneira melhor, evitando o flood e entregando publicações de forma concentrada.

Uma patente registrada pela rede social exibe um sistema capaz de detectar diversas publicações sobre um mesmo assunto, unindo-as em um carrossel semelhante ao dos álbuns de fotos. Seja por conta de um evento especial, movimentação política, cobertura jornalística ou o que for, todos os posts aparecerão de forma agregada, entregando as informações de uma só vez.

A utilização do recurso, claro, fica por conta do usuário, que poderá optar pela postagem tradicional de conteúdos individuais. Caso eles sejam unidos, entretanto, aparecerão em ordem cronológica, com textos, fotos, vídeos e demais conteúdos lado a lado, entregando um panorama completo da série de publicações.

Se desejar, o usuário também pode criar o carrossel logo de início, publicando diversos conteúdos de diferentes tipos de uma só vez. Amigos marcados também podem contribuir com mais material, bem como as páginas de localizações, eventos ou estabelecimentos, desde que, claro, se respeite a delimitação das postagens. Nada de propagandas ou textos institucionais sem relação com o assunto em meio às publicações pessoais, por exemplo.

A patente registrada pelo Facebook fala sobre o sistema de organização, a forma como ela seria realizada e de que maneira a exibição destes conteúdos seria feita ao usuário. Entretanto, mais detalhes sobre a ferramenta não foram revelados, como seu funcionamento – por meio de inteligência artificial, bem provavelmente, como forma de reconhecer publicações até mesmo sem descrições precisas, hashtags ou check-ins.

Também não dá para saber se ela deseja mesmo aplicar a funcionalidade. Registros de patentes, muitas vezes, podem servir apenas para proteção de tecnologia, que pode até vir a ser usada no futuro, mesmo que não de forma independente. Como o Facebook não se pronunciou sobre o assunto, não é possível falar em uma possível utilização do recurso.

A função Stories começou a surgir como um dos principais elementos das soluções do Facebook depois que o Snapchat recusou uma oferta polpuda de compra pela companhia. Hoje, o recurso de postagem de vídeos e imagens com prazo de validade de 24 horas é uma realidade tanto na rede social em si como em aplicativos como o Messenger, WhatsApp e Instagram. O último, inclusive, é visto por muitos analistas como responsável pela derrocada do Fantasminha, que ainda é popular entre os jovens, mas vem enfrentando quedas bruscas de ritmo.

Fontes: Phandroid, Escritório de Marcas e Patentes dos Estados Unidos

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.