Facebook lança botão de compra no Messenger

Por Redação | 13 de Setembro de 2016 às 11h23
Tudo sobre

Facebook

O Facebook Messenger ganhou mais um recurso que deverá ajudar empresas a monetizarem seus negócios na plataforma. Além de funcionar como central de atendimento, o mensageiro passará a gerar receitas para as empresas através de um novo botão de compra. Com isso os usuários do aplicativo poderão realizar pagamentos diretamente da interface.

Segundo o Facebook, as "mensagens com pagamentos utilizam controles de ponta da indústria e as informações financeiras são protegidas com encriptação de nível bancário". O novo recurso ainda está em fase beta e por enquanto deverá ser testado apenas nos Estados Unidos. O botão comprar é uma maneira encontrada pelo Facebook para oferecer às empresas mais alternativas para venderem seus produtos de forma simples através de sua plataforma de mensagens instantâneas.

O recurso deverá ser implementado em larga escala em todos os mercados até o final do ano. Nessa fase inicial, os pagamentos serão conduzidos pelos serviços digitais Paypal e Stripe. Os desenvolvedores poderão ajustar o modelo de vendas em suas páginas web, integrando-as com o Facebook Messenger através do Messenger Extensions Javascript SDK. Com o Facebook Messenger, os vendedores poderão ter acesso a dados de entrega e localização de seus clientes. Já para os clientes, as compras devem ser mais rápidas, visto que já estarão autenticados com sua identidade do Facebook.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A iniciativa de elevar o Messenger para além de um simples aplicativo de mensagens tem rendido bons frutos para o Facebook. Segundo a empresa, mais de 30 mil bots de interação já foram desenvolvidos para aproximar empresas e consumidores.

Fonte: Facebook, Código Fonte

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.