Facebook apresenta novos recursos para diminuir bullying virtual e perseguições

Por Redação | 20 de Dezembro de 2017 às 08h06
photo_camera público

Como parte das medidas adotadas pelo Facebook para tornar a rede social um lugar mais seguro e livre de assédios e violências, novas ferramentas foram anunciadas nesta terça-feira (19) através de publicação feita por Antigone Davis, Diretor Executivo de Segurança do Facebook.

Para desenvolver as inovações, a equipe do Facebook ouviu não apenas o que os usuários da rede social tinham a dizer e suas expectativas em relação às mudanças, mas também entrou em contato com diversas associações feministas e coletivos de profissionais do jornalismo, uma vez que esses são alguns dos grupos mais vulneráveis aos ataques de violência virtual. Mais de 150 organizações da Índia, Irlanda, Quênia, Holanda, Espanha, Turquia, Suécia e EUA, atuando com foco em segurança de pessoas assediadas, foram ouvidas durante os anos de 2016 e 2017.

Desde ontem, quando alguém bloquear uma pessoa indesejada na rede social, caso a pessoa bloqueada venha tentar adicionar a pessoa que bloqueou através de uma nova conta recém-criada, encontrará dificuldades. Com informações como o endereço de IP das contas, o Facebook ajudará a rastrear contas que possam pertencer a uma mesma pessoa com intuitos maliciosos.

Outro recurso que entrará em vigor é a possibilidade de, diretamente do Messenger, ignorar uma conversa privada e automaticamente remover o histórico do seu Messenger, sem que para isso seja necessário bloquear a pessoa que a enviou no Facebook. Isso será especialmente útil em casos em que a pessoa abusadora poderia se sentir incentivada a agravar as agressões ao descobrir que foi bloqueada.

Fonte: Facebook via The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.