Facebook anuncia seu próprio "Tinder"

Por Joyce Macedo | 01 de Maio de 2018 às 15h21
Tudo sobre

Facebook

Nesta terça-feira (01), durante a conferência para desenvolvedores do Facebook, a F8, Mark Zuckerberg anunciou a chegada de um novo produto: o Facebook Dating. Como o próprio nome sugere, trata-se de um recurso voltado para relacionamentos.

É claro que o movimento acende luzes de alerta, principalmente neste momento delicado que o Facebook está vivendo após a revelação do caso Cambridge Analytica. No entanto, para acalmar os corações preocupados com seus dados, Zuckerberg deixou claro que o Facebook Dating foi projetado desde o começo pensando na segurança e na privacidade dos usuários.

Isso significa que, entre outras coisas, seus amigos não vão se deparar com seu perfil no app de relacionamentos, e você também receberá apenas sugestões para se conectar com aqueles que não são seus amigos no Facebook – o que faz todo sentido, já que se você quisesse algo com eles, utilizaria a própria plataforma.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Quem quiser utilizar um recurso de "desbloqueio" permitirá que qualquer usuário da plataforma de encontros do Facebook torne seu perfil visível para participantes de determinados eventos ou membros de grupos, facilitando os "contatinhos".

Facebook Dating (Imagem: Reprodução / The Verge)

Apesar do recurso nos lembrar o Tinder, com destaque para fotos e a opção de demonstrar interesse ou não por outro usuário, Zuckerberg disse que a ideia é ajudar a construir relacionamentos reais e de longo prazo, e não criar apenas conexões.

A data de lançamento do Facebook Dating ainda não foi divulgada, mas veremos a novidade circular pela web ainda neste ano.

Imagem: Reprodução / TechCrunch

A decisão da criação do novo serviço pode ser justificada de várias maneiras: o executivo disse que sempre ouve casos de pessoas que se conheceram no Facebook e depois começaram a namorar, o que torna este novo passo a próxima jogada lógica para engajar mais pessoas na plataforma. No entanto, é muito importante notar também que o Match Group, empresa por trás de serviços de sucesso no quesito paquera, incluindo o Tinder e o OkCupid, sentiu uma queda de 17% nas suas ações assim que a notícia de que o Facebook entrou em campo foi anunciada.

Ações do Match Group em queda após o anúncio do Facebook Dating (Imagem: Google)

Fonte: The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.