Facebook anuncia ferramenta de transmissão ao vivo parecida com o Periscope

Por Redação | 06 de Agosto de 2015 às 11h09

Antes do Periscope e do Meerkat criarem uma febre da transmissão de vídeos ao vivo via smartphones, o Facebook já trabalhava silenciosamente em sua própria maneira de permitir que figuras públicas transmitissem em tempo real conteúdo para seus fãs. Nesta quarta-feira (05), a rede social lançou o serviço chamado "Live".

O Live é uma espécie de evolução do já conhecido Facebook Mentions, o aplicativo da rede social exclusivo para celebridades que facilita interações com os fãs. Agora, atores, atletas, cantores e diversas outras personalidades podem iniciar uma transmissão ao vivo, que será lançada no feed de notícias dos usuários, observar os comentários dos fãs (ou haters) e, em seguida, decidir se quer ou não tornar a gravação permanentemente disponível para visualização. Estrelas como The Rock e Serena Williams já aderiram à novidade.

Facebook Live

Facebook Live

Graças ao filtro no feed de notícias, o forte do Facebook nunca foi conteúdo em tempo real. Então por que os famosos adotariam essa plataforma para transmitir seus vídeos em vez de optar por outros apps dedicados ao live streaming disponíveis no mercado? Simples: eles já possuem uma grande base de fãs que os seguem no Facebook – um público bem maior do que nas demais plataformas.

Outro detalhe que chama a atenção das celebridades é o fato dos vídeos não desaparecerem, como no Snapchat, por exemplo. No Meerkat eles são imediatamente deletados, enquanto no Periscope eles podem viver por apenas 24 horas (apesar de existir a opção de salvá-los no rolo da câmera). Porém, o Facebook afirma que 53% das visualizações de vídeos na rede social acontecem após o compartilhamento das mídias, o que provavelmente deve acontecer após o término das transmissões.

Além de mostrar os vídeos no feed de notícias, o Live também vai enviar alertas para os usuários sintonizarem as transmissões ao vivo das páginas com as quais eles interagiram recentemente. Essa situação deve desencadear grandes plateias sem irritar as pessoas que curtiram a página de uma celebridade há anos, mas que não querem mais saber delas, por exemplo.

A criação do Live surgiu em meados de setembro do ano passado após um feedback positivo do Mentions, que foi lançado em julho de 2014. Apesar do sucesso dos aplicativos de live streaming, o Facebook ainda não detalhou seus planos de disponibilizar (ou não) o Live para os meros mortais usuários da rede social.

Sobre isso, o gerente de produtos do site, Vadim Lavrusik, se limitou a dizer: "Nós acreditamos que essa é uma experiência incrível tanto para figuras públicas quanto para usuários comuns. Queremos obter feedback de ambos à medida que evoluímos o produto".

Facebook Live

Da esquerda para a direita: Facebook Live, Periscope e Meerkat (Imagem: Reprodução / TechCrunch)

Via TechCrunch