Ex-funcionários da indústria tecnológica lançam campanha contra redes sociais

Por Redação | 05 de Fevereiro de 2018 às 15h55
photo_camera Divulgação

Muita gente que trabalhou na indústria de tecnologia, principalmente em redes sociais, está agora focada em divulgar informações sobre os efeitos negativos dessas plataformas para as crianças.

Ex-funcionários do Facebook e da Google, principalmente, fundaram uma organização, o Center for Humane Technology, para sensibilizar a sociedade sobre o vício de tecnologia.

Eles lançaram a campanha Truth About Tech (a verdade sobre a tecnologia), que recebeu financiamento de US$ 7 milhões do grupo de vigilância Common Sense Media para divulgar o movimento.

DirecTV e Comcast vão doar US$ 50 milhões em mídia gratuita e tempo de exposição para a campanha.

O foco do CHT está no uso das mídias sociais não controladas pelas crianças. Em entrevista ao The New York Times, Tristan Harris, cofundador do CHT e que trabalhava na área de ética da Google, foi contundente sobre a preocupação do grupo: "Os maiores supercomputadores do mundo estão dentro de duas empresas — Google e Facebook — e para onde estamos apontando? Para o cérebro das pessoas, de crianças".

Campanha na escola

A Truth About Tech se inspirou nas campanhas antitabagistas para modelar seu trabalho. As ações vão se concentrar em 55 mil escolas públicas com o objetivo de orientar estudantes, pais e professores sobre os efeitos colaterais do uso excessivo da tecnologia. Um dos problemas gerados é a depressão, que vem atacando cada vez mais jovens.

Outro esforço virá do lobby. Os Estados da Califórnia e do Massachusetts já pretendem financiar pesquisas sobre o impacto da tecnologia sobre a saúde das crianças.

Fonte: Time

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.