#DesafioAceito: hashtag volta a aparecer nas redes sociais; entenda

Por Rubens Eishima | 20 de Março de 2020 às 10h30
Instagram/Reprodução

De tempos em tempos correntes se popularizam com o uso de hashtags nas redes sociais. A última delas é velha conhecida dos internautas brasileiros, a #DesafioAceito. Desta vez, diferente da corrente das fotos preto e branco de 2016, a causa não é a conscientização do combate ao câncer, mas também é importante, hoje e sempre.

A hashtag geralmente é acompanhada de outra, a #24horas, e tem se espalhado especialmente no Instagram, onde a foto é acompanhada de um texto semelhante a este:

Se eu não marcar você, por favor, não se ofenda, tentei escolher pessoas que eu pensava que iriam participar.

Com demasiada frequência, algumas mulheres acham mais fácil criticar uma a outra ou a si mesmas, em vez de se fortalecerem. Com toda a negatividade por aí, vamos fazer algo possível!

Carregue 1 foto sua ... SOMENTE VOCÊ. Em seguida, marque 10 outras mulheres bonitas para fazer o mesmo.

Construa-se em vez de se destruir. COPIE E COLE. Se eu te marquei, não me decepcione. Vamos espalhar alguma positividade !!!

E a corrente não se espalhou apenas por aqui, no exterior, a mesma ideia está por trás de algumas fotos publicadas com #challengeaccepted e o mesmo texto traduzido:

Ver essa foto no Instagram

#ChallengeAccepted #24hours If I didn’t tagg you, please don’t be offended, I tried to pick people who I thought would take part.All too often, some women find it easier to criticize each other or themselves instead of building each other up. With all the negativity going around, let’s do something positive! Upload 1 picture of yourself...ONLY YOU. Then tag 10 more beautiful women to do the same. Build yourself up instead of tearing yourself down. COPY AND PASTE. If I tagged you, don’t disappoint me. Let’s spread some positivity!!!💕💕 @oluwabusolamiii @duchessnikkycakesandevents @airnieycakess @jenketilestitches @slimmyade @nikkyblings_couture28

Uma publicação compartilhada por Sehinde Blessing Motolani (@motawlahnee) em

Não foi possível identificar a origem da corrente, mas a hashtag influenciou até mesmo no número de acessos da notícia de 2016 no Canaltech. Já no Twitter, uma parte dos usuários da rede social parece não ter entendido o movimento:

"Twitteresfera" reagiu de maneira curiosa (imagem: Twitter/Reprodução)

Infelizmente, nem todas as fotos estão acompanhadas da marcação das outras mulheres bonitas para impulsionar a corrente. Então, vale reforçar a corrente e passar a ideia adiante.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.