Chefe do Instagram diz não estar feliz com Reels; mudanças a caminho?

Por Wagner Wakka | 20 de Janeiro de 2021 às 15h00
Reprodução/Business Insider

O Instagram não está totalmente satisfeito com os Reels, ferramenta para que usuários produzam vídeos semelhantes aos do TikTok. O chefe do setor de Instagram no Facebook, Adam Mosseri, deu uma entrevista ao podcast Decoder, do The Verge, em que demonstrou a insatisfação com o serviço.

“Eu não estou feliz com ele [o Reels]. Estamos crescendo tanto em termos de compartilhamento e consumo, mas temos um longo caminho ainda. E temos que ser honestos, o TikTok está muito à frente”, afirmou no programa.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

O Reels foi lançado em agosto do ano passado, mas já estava em testes no mercado brasileiro desde junho sob o nome de Cenas, já abandonado. Como um recurso dentro do Instagram, permite ao usuário gravar vídeos curtos, de até 15 segundos, com cortes, efeitos e música de fundo.

Entretanto, para Mosseri, isso ainda não é suficiente. “Acho que temos que melhorar na construção de ferramentas mais poderosas e criativas que não sejam somente um meme ou algo do momento, mas oferecer às pessoas mais criativas que nós e produtores de conteúdos profissionais a habilidade de fazer algo realmente popular”, completou.

Outra questão que o executivo aponta é a dificuldade de os usuários em entenderem diferenças entre as plataformas do Instagram. Por exemplo, segundo ele, a maioria do público não distingue direito o que é um vídeo para o IGTV de uma publicação no feed do Instagram.

Por conta disso, Mosseri diz que a postura da plataforma para este ano será de simplificar o que já está lançado por lá. “Eu acho que este ano vamos voltar nosso foco para simplicidade e criação”, apontou.

O programa completo está disponível, em inglês, no feed de podcasts do The Verge, disponível nas principais plataformas do gênero.

Fonte: The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.