Apps com testes virais no Facebook escondem ameaças, podendo causar danos

Por Ares Saturno | 21 de Fevereiro de 2018 às 15h51
TUDO SOBRE

Facebook

Parece apenas uma brincadeira virtual inocente, mas testes virais, como aquele que mostra como seria sua aparência se você fosse do gênero oposto, podem esconder intenções para lá de maliciosas.

O problema é que a startup russa FaceApp, desenvolvedora do Kueez (aplicativo utilizado para fazer essas alterações visuais nas suas fotos do Facebook e te mostrar como você seria se fosse de determinado gênero, se tivesse um filho ou se fosse mais velho) pede que os usuários façam o login com seus perfis da rede social para participar da brincadeira e, em seguida, coleta muito mais dados do que sua foto de perfil.

Atenção aos termos de uso de dados

Os internautas se habituaram a fechar o olho e clicar em "avançar" por pura preguiça de ler termos de uso de qualquer produto na internet. Mas isso tem seu preço. Em alguns casos, seu e-mail pode ser comercializado para empresas não muito éticas de propaganda e é justamente por isso que recebemos tantos spams.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Entretanto, não é possível saber o que mais pode ser feito com informações pessoais se alguém quiser utilizar tudo o que você já publicou em suas redes sociais, e até mesmo todas as fotos que você já tirou com seu smartphone, já que alguns dos aplicativos de testes virais pedem requisição para acessar esse tipo de dados públicos.

O mais prudente seria realmente ler as políticas de uso de dados, que devem estar visíveis e deixar claro quais acessos o aplicativo pleiteia, e decidir conscientemente se você concorda com ceder esse tipo de informação.

Como se proteger desse tipo de invasão consentida?

No teste da Kueez que todos estão fazendo para saber como seriam suas aparências caso fossem de outro gênero, o aplicativo pede acesso obrigatório ao seu perfil público, onde ficam informações como o nome de usuário, a idade, gênero e outras informações, que podem incluir onde você mora, parentescos, onde você estuda ou trabalha, a depender de quais informações você preencheu no seu perfil.

Telas de consentimento do Kueez (Captura de Tela: Ares Saturno)

Porém, ao clicar em "Editar", é possível bloquear o acesso do Kueez a informações adicionais como suas fotos, data de nascimento e e-mail.

Mas agora eu já fiz o teste, como posso me proteger?

Se você já fez o teste, suas informações já foram compartilhadas com a desenvolvedora. E o pior: com o seu consentimento!

Para diminuir os riscos de ter sua intimidade exposta por sabe-se lá quem, você pode ir à página de configurações do Facebook e selecionar a opção "Aplicativos" no menu. Lá, aparecerão todos os aplicativos que você permitiu que acessem seus dados, inclusive o Kueez. Basta clicar em "Remover" e a permissão concedida será revogada imediatamente. Dados inseridos após a exclusão ficam indisponíveis ao aplicativo.

Não esqueça de marcar a caixa com opção de excluir atividades do app (Captura de Tela: Ares Saturno)

Com tanta gente fazendo os testes, nem o elenco de Star Wars escapou:

Aplicativo muda gênero de atores de Star Wars (Foto: Reprodução/Facebook)

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.