Ações do Facebook, finalmente, ultrapassam valor do IPO

Por Redação | 31.07.2013 às 18:22

Depois de mais de um ano após a abertura de seu capital, o Facebook finalmente conseguiu ultrapassar o valor inicial de suas ações. Nesta quarta-feira (31), a rede social atingiu a cotação de US$ 38,31 – a máxima desde o seu IPO no primeiro semestre do ano passado.

As coisas começaram a melhorar para a companhia na semana passada, quando os resultados financeiros do trimestre surpreenderam positivamente o mercado. A receita da empresa no período foi de US$ 1,81 bilhão, ou US$ 0,19 por ação.

Os resultados garantiram para a empresa um aumento de 53% sobre os rendimentos do mesmo trimestre de 2012, e superaram a estimativa dos analistas de Wall Street de catorze centavos de dólar por ação e receita de US$ 1,62 bilhão. A companhia ainda registrou lucro líquido de US$ 333 milhões no período, ante prejuízo de US$ 157 milhões no mesmo trimestre do ano passado. Logo após o anúncio dos resultados na quarta-feira passada (24), o valor das ações do Facebook aumentou em 1,5%, atingindo US$ 26,51, com as ações ganhando força durante as negociações após o fim do pregão.

Histórico do Facebook na Nasdaq

No dia 18 de maio de 2012, a empresa lançou suas ações na Nasdaq com cada papel valendo US$ 38. Depois disso, a empresa enfrentou uma queda assustadora que espantou muitos acionistas e gerou muita polêmica. As ações da rede social chegaram a ser negociadas por um valor mínimo de US$ 17,73, queda de 53,3%. O Facebook também ficou marcado na história da Nasdaq por ser a primeira empresa norte-americana a entrar na Bolsa de Valores valendo mais de US$ 100 bilhões (US$ 104 bilhões para ser exato).