Injustice terá trama do passado do game em nova HQ digital da DC Comics

Por Claudio Yuge | 04 de Agosto de 2020 às 21h15
DC

O game de luta Injustice, que reúne os heróis e vilões da DC Comics em uma realidade alternativa em que o Superman se tornou um ditador, ganhou o coração dos fãs, tanto dos consoles quanto dos quadrinhos, já que a trama do jogo ganhou vários capítulos complementares nas revistas. Mais edições relacionadas já estavam a caminho, segundo fontes de bastidores, e agora ela foi revelada pela empresa.

Na verdade, a DC Comics vazou acidentalmente algumas páginas antes do previsto, e, então, viu-se obrigada a revelar o projeto, que explora o passado da história do game. Injustice: Year Zero ganha importância também porque se trata de um dos primeiros grandes trabalhos da editora em “digital first”, empreitada que prevê a distribuição eletrônica antes da impressa — isso nunca tinha acontecido antes, porque a DC era parceira da maior distribuidora física de quadrinhos dos Estados Unidos, a Diamond.

Reprodução/DC Comics

Escrito por Taylor com arte do brasileiro Rogê Antônio, ao lado de Cian Tormey, Rain Beredo e Wes Abbott; e capas de Julian Totino Tedesco, Injustice: Year Zero "retorna os fãs ao mundo do best-seller da DC Injustice: Gods Among Us; de volta a um tempo antes de o Superman ter socado o coração do Coringa e se tornado um governante fascista da injustiça”, diz o comunicado da editora.

Reprodução/DC Comics

Com o subtítulo “Queda dos Deuses Antigos”, a história anterior "concentra a ação em torno da Liga da Justiça e a descoberta de como seus antecessores lutaram secretamente na Segunda Guerra Mundial para derrubar um tirano", diz a descrição da DC. "Quando o Coringa encontra uma maneira de controlar os super-heróis da DC, ele usa sua influência para sabotar a Liga da Justiça — e a Sociedade da Justiça — internamente!"

Roteirista dá detalhes sobre a trama

Com a revelação oficial de Injustice: Year Zero, o escritor Tom Taylor adiantou ao The Hollywood Reporter que a trama deve servir como uma prequela, na época em que os heróis todos ainda eram amigos. "Essa história não é tão moralmente cinzenta quanto a que vem depois. Este é o Superman e o Batman no auge de sua amizade. Lois e Clark como uma equipe. A Liga da Justiça se uniu e a Sociedade da Justiça como um exemplo brilhante para todos. É claro que, por sua própria natureza, haverá tragédia, choques e mortes — mas haverá esperança, triunfo, amor com a perda e o coração junto com a mágoa", disse.

Reprodução/DC Comics

Taylor continuou dizendo que a trama se encaixa "no maior buraco" na continuidade da franquia. "Havia duas perguntas sobre Injustice que estavam pairando sobre mim há anos. Por que o Coringa teve como alvo o Superman? E onde foi parar a Sociedade da Justiça? Na verdade, nós plantamos as sementes disso nos quadrinhos do Injustice 2, quando Doctor Meia-Noite e Pantera sugeriram um passado traumático em nosso universo", destacou.

Injustice: Year Zero tem uma prévia de oito páginas gratuitas disponíveis no DCComics.com a partir desta terça-feira (4). Os três primeiros capítulos já podem ser comprados nos serviços digitais da DC individualmente por US$ 0,99 (R$ 5,24 na conversão direta e sem taxas) ou como um pacote por US$ 2,49 (R$ 13,17) na plataforma comiXology.

Fonte: CBR  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.