Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Arquivo X e Twin Peaks no mesmo universo? É o que essa HQ confirma

Por| 31 de Outubro de 2023 às 21h05

Link copiado!

ABC
ABC

Twin Peaks e Arquivo X são dois clássicos da TV dos anos 1990 que mudaram completamente as atrações no horário nobre, que, antes dessas obras, eram compostas apenas por novelinhas dramáticas e seriados de comédia. O tom soturno, quase sobrenatural, misterioso e cheio de personagens e mensagens ambíguas, fizeram muitos fãs sonharem com um encontro entre a esquisitice de David Lynch e Mark Frost com os alienígenas de Chris Carter.

E, embora Lynch e nem Carter tenham confirmado oficialmente um universo compartilhado entre Laura Palmer e o Agente Cooper e os também agentes Fox Mulder e Dana Scully, os fãs criaram várias teorias e encontraram diversas referências de que as séries, em algum momento, têm pontos de contato. Uma das especulações mais comuns seria uma possível amizade entre Cooper e Mulder, já que ambos teriam se conhecido no FBI.

Continua após a publicidade

E eis que é exatamente isso que conecta extraoficialmente ambos os universos em uma história em quadrinhos publicada em 2015. X-Files: Year Zero, lançado pela IDW Publishing, mostra uma referência muito clara a Twin Peaks e expõe uma conexão que deixa muita gente sonhando de olho aberto.

Qual é a referência a Twin Peaks?

Em X-Files: Year Zero, há uma cena com Mulder e Scully em um restaurante, e, enquanto eles conversam, uma garçonete pergunta se eles gostariam de reabastecer seus cafés. Ambos recusam, mas Mulder faz questão de frisar que é “uma xícara de café muito boa”, citando um "amigo dele no noroeste do Pacífico", que diria exatamente isso.

Quem conhece bem Twin Peaks sabe que “uma xícara de café muito boa” (ou “is damn fine coffee”, no original em inglês) é uma frase de assinatura do Agente Cooper, que costuma falar isso com muita frequência — ou seja, é impossível que essa frase esteja ali à toa. E o fato de Mulder dizer que é um amigo “no noroeste do Pacífico” quem elogia dessa maneira, ainda mais na região em que a série de Lynch é ambientada, só confirma a referência.

A primeira temporada de Twin Peaks foi ao ar na ABC de abril de 1990 a junho de 1991, enquanto Arquivo X durou na Fox de setembro de 1993 a maio de 2002. Vale destacar que foi justamente o sucesso da atração de David Lynch e Mark Frost que abriu caminho para que séries mais sombrias, ousadas e misteriosas, a exemplo da de Chris Carter, pudessem ser exibidas no horário nobre na TV.

Então, embora Lynch ou a trama de Twin Peaks nunca tenham mencionado isso, pelo menos para Carter, a história do sumiço de Laura Palmer acontece no mesmo universo das abduções de Arquivo X.