Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Quando o Kindle Scribe chega ao Brasil?

Por| Editado por Léo Müller | 26 de Julho de 2023 às 08h25

Link copiado!

Ivo Meneghel Jr/Canaltech
Ivo Meneghel Jr/Canaltech
Kindle Scribe

A Amazon atualizou sua linha de e-readers em setembro de 2022 e surpreendeu o mercado ao anunciar um modelo com funcionamento inédito: o Kindle Scribe. Com ele, além de ler livros digitais, o usuário também pode usar uma caneta digital para fazer anotações em ebooks ou escrever em "cadernos". Contudo, o aparelho ainda não chegou ao Brasil.

A funcionalidade, é claro, chamou bastante atenção dos fãs e também daqueles que procuram um Kindle para estudar. Afinal, a possibilidade de usar o dispositivo para ler e escrever pode facilitar bastante a vida dos estudantes.

Porém, apesar de já estar no mercado há cerca de dez meses, o dispositivo ainda não foi anunciado no mercado brasileiro e, infelizmente, ainda não há previsão para a chegada do “leitor-caderno” por aqui. Entramos em contato com a assessoria da Amazon no país e fomos informados que o Kindle Scribe não tem informações sobre o lançamento local.

Continua após a publicidade

Vale destacar que, assim como outros produtos vendidos no exterior, também é possível importar o Kindle Scribe e usá-lo normalmente no Brasil, já que ele tem suporte para o idioma português e, inclusive, funciona com a loja local da Amazon.

O dispositivo é vendido nos Estados Unidos com preços que partem de US$ 380 (cerca de R$ 1.805 em conversão direta). Esse é o preço para a versão com 16 GB de armazenamento interno, caneta básica no kit e capa de tecido.

Ainda é possível adquirir o leitor com até 64 GB, capa de couro e caneta Pro integrada — acessório que oferece uma borracha dedicada para facilitar na hora de apagar anotações. Os preços para essa edição chegam a US$ 480 (R$ 2280).

A análise completa do Kindle Scribe já está disponível no Canaltech e você pode conferir todas as informações sobre o dispositivo, bem como seu funcionamento.

Para importar produtos dos Estados Unidos que você não encontra por aqui, basta criar uma conta na USCloser. Você faz suas compras nos sites gringos normalmente, e a USCloser recebe por você lá nos EUA mesmo, em uma espécie de “caixa postal americana” criada exclusivamente para você. Depois, a USCloser encaminha os produtos para sua casa aqui no Brasil. É seguro, prático e rápido. Siga nosso tutorial para se cadastrar e comprar nos EUA economizando muito.