O que é e para que serve o Selo Procel?

O que é e para que serve o Selo Procel?

Por Lupa Charleaux | Editado por Wallace Moté | 19 de Junho de 2022 às 13h00
JoaSouza/DepositPhotos

Ao comprar um eletrodoméstico, é comum se deparar com o Selo Procel. Contudo, poucas pessoas sabem a real importância desse aviso e o programa de conscientização do uso de energia que há por trás dele — que vem sendo expandido para outros tipos de produtos. Então, o Canaltech está aqui para te explicar mais sobre ele!

O que é o Procel?

Antes de falar do selo, é necessário explicar o que é o Procel. Essa é a sigla para o Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica, um projeto do governo federal com o intuito de promover o uso consciente da energia elétrica.

Iniciado em dezembro de 1985, o programa é administrado pelo Ministério de Minas e Energia com a gestão executiva da Eletrobras. Se adaptando às necessidades da agenda global, algumas das responsabilidades do projeto são a redução dos custos do setor elétrico e diminuir os impactos ambientais causados pela emissão de gases do efeito estufa.

Então, ao longo dos quase 40 anos de história, o Procel vem promovendo ações que visam instruir a população brasileira sobre os hábitos de consumo de energia. Isso ocorre através da divulgação do conhecimento para cidadãos comuns e representantes da indústria.

Por isso, uma das áreas de atuação mais conhecidas do programa é na identificação de eletrodomésticos e outros eletrônicos que garantem o uso eficiente de energia. Um trabalho que acabou dando origem ao Selo Procel.

O Selo Procel começou a ser implantado no final de 1993 (Imagem: Nando Costa/Blog do Frio)

Como surgiu o Selo Procel?

Criado em dezembro de 1993, o Selo Procel de Economia de Energia tem a função de informar aos consumidores os dados de consumo de energia de um produto eletrônico. Por esse motivo, o “certificado” está presente em diversos tipos de produtos no Brasil.

O selo também representa a parceria firmada entre o programa de conservação de energia, o INMETRO, as associações de fabricantes e pesquisadores. Essas instituições têm o compromisso de garantir a maior presença de aparelhos eficientes no mercado brasileiro.

Todos os produtos que recebem o Selo Procel passam por avaliações em laboratórios especializados coordenados pela Eletrobras. Com base em índices de consumo de energia de cada categoria, os eletrodomésticos recebem uma nota de eficiência.

Usando letras como referência, a classificação vai de “A” (aparelhos mais eficientes) até “G” (eletrônicos menos eficientes). Com isso, o consumidor consegue ter um parâmetro sobre o consumo de energia do produto.

Até mesmo as recentes opções de lâmpadas LED inteligentes possuem Selo Procel (Imagem: Divulgação/Philips)

Quais são as categorias do Procel?

O Selo Procel segmenta os produtos em quatro categorias principais. Dentro delas, os eletrônicos ou outros equipamentos podem ser divididos em subcategorias.

Eletrodomésticos

  • Congeladores;
  • Refrigeradores;
  • Lavadoras (Semiautomáticas, Automáticas);
  • Televisores;
  • Ventiladores (Mesa, Teto);
  • Condicionadores de ar (Split, Janela);
  • Micro-ondas.

Iluminação

  • Lâmpadas Fluorescentes Compactas (127V/220V);
  • Lâmpadas a Vapor de Sódio;
  • Lâmpadas LED;
  • Reatores (Eletromagnéticos, Eletrônicos);
  • Luminárias LED.

Bombas e Motores

  • Bombas e Motobombas;
  • Motores Elétricos.

Solares

  • Sistema de Aquecimento Solar (Coletores Solares, Reservatórios Térmicos);
  • Sistema Fotovoltaico (Módulos Fotovoltaicos).
O Selo Procel traz vários dados interessantes para os consumidores (Imagem: Reprodução/WebContinental)

Entendendo o Selo Procel

Além da classificação de eficiência energética, o Selo Procel apresenta várias informações importantes para os consumidores, incluindo dados que podem até ser decisivos na hora da compra.

Na parte superior ficam os dados sobre a categoria de equipamento, o nome do fabricante, o modelo do aparelho e a tensão de energia. Logo abaixo está o conhecido gráfico com as informações relacionadas à eficiência energética do aparelho.

O Selo Procel também destaca o valor de consumo de energia em KWh/mês. No caso de alguns eletrodomésticos, os consumidores vão encontrar dados do consumo de energia em modo de espera ou stand-by (quando o aparelho está desligado, mas conectado à tomada).

A certificação ainda destaca algumas especificações técnicas conforme o produto. No caso de refrigeradores, por exemplo, há detalhes sobre o volume do compartimento refrigerado, do congelador e a temperatura mínima do aparelho.

Ademais, o selo traz a identificação de que o produto recebeu aprovação do INMETRO e que segue os requesitos de conformidade da categoria. Com isso, o eletrônico está totalmente apto para a venda.

O Selo Procel tem uma função muito mais ampla do que o imaginado (Imagem: Reprodução/Adobe Stock)

Qual é a vantagem do Selo Procel?

Ao comprar um novo produto, as informações do Selo Procel ajudam o consumidor a escolher a opção mais econômica. Bem como, o usuário tem a garantia de estar adquirindo um eletrodoméstico seguro que passou por testes de qualidade em laboratórios especializados.

Pelo viés da indústria, a certificação estimula as marcas a investirem no desenvolvimento e comercialização de produtos mais energeticamente eficientes. Então, isso também contribui para o crescimento tecnológico do país.

Ademais, o selo possibilita que o Procel cumpra a proposta de ter maior controle dos custos do setor elétrico com investimentos mais acertivos na construção de novas estações de geração e transmissão de energia para suprir a demanda energética das cidades. Bem como, garante que o meio ambiente continue sendo preservado.

Você sabia que o Selo Procel estava tão conectado a todos esses esforços para que a população realize o consumo consciente de energia elétrica? Não esqueça de compartilhar esse conteúdo com mais pessoas interessadas no tema.

Fonte: ProcelInfo, Eletrobras, Lightprint, WebContinental

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.