Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Dá para estudar com o Kindle Scribe?

Por| Editado por Léo Müller | 25 de Julho de 2023 às 10h43

Link copiado!

Ivo Meneghel Jr/Canaltech
Ivo Meneghel Jr/Canaltech
Kindle Scribe

O Kindle Scribe chamou bastante atenção dos aficionados por e-readers por oferecer uma função inédita na linha de leitores da Amazon: a possibilidade de fazer anotações em livros ou cadernos com uma caneta digital. Isso, é claro, gera uma curiosidade: é possível usar o Kindle Scribe para estudar?

Muitos estudantes já se perguntam se vale a pena comprar um Kindle “comum” para este propósito, então o Scribe chega como uma opção ainda melhor. Mas ele é prático?

Nós só conseguimos responder essa pergunta para você porque nossa parceira USCloser nos enviou o dispositivo direto dos EUA.

Continua após a publicidade

Para importar produtos dos Estados Unidos que você não encontra por aqui, basta criar uma conta na USCloser. Você faz suas compras nos sites gringos normalmente, e a USCloser recebe por você lá nos EUA mesmo, em uma espécie de “caixa postal americana” criada exclusivamente para você. Depois, a USCloser encaminha os produtos para sua casa aqui no Brasil. É seguro, prático e rápido. Siga nosso tutorial para se cadastrar e comprar nos EUA economizando muito.

Dá para usar o Kindle Scribe para estudar?

De forma bem prática, sim. As versões mais simples do Kindle já permitem fazer isso com um certo conforto, e eu já separei algumas dicas de como usar um Kindle para estudar. Então, sem surpresas, o Scribe é ainda melhor, já que tem funções extras.

Se você costuma ler bastante PDF’s, é possível enviá-los por e-mail para o seu Kindle e ler direto no dispositivo. Com a caneta digital do Scribe, ainda permite fazer anotações e destaques direto no arquivo, sem precisar abrir o menu.

Caso você compre algum livro da Amazon, também é possível anotar neles, destacando um trecho e criando uma nota. É possível fazer isso tanto com a caneta quanto com o teclado digital. A vantagem é que, após escrever no Kindle, você pode compartilhar todas essas anotações por e-mail, para ler pelo celular ou enviar para outra pessoa.

Outro ponto positivo e importante de se destacar é que o Kindle Scribe também tem uma aba para a criação de cadernos. Então, se quiser, também é possível fazer anotações ou escrever de forma mais livre. Os cadernos possuem várias opções de “layout” — ou folhas — para escolher, como pautado, quadriculado, pontilhado ou caixas de seleção.

Continua após a publicidade

Assim como as anotações, esses cadernos também podem ser enviados por e-mail e você ainda tem a opção de transcrever o que anotou a mão e transformar em um texto em TXT. Se preferir manter manuscrito, você receberá o arquivo em PDF como aparece na tela do Kindle.

Se você quiser saber mais sobre o uso dele para estudos, leia o texto que preparei sobre como como usar o Kindle Scribe.