Como funciona e onde consultar o recall de produtos Apple

Por Thiago Furquim | 09 de Abril de 2021 às 14h20
Imagem: Canaltech

Seu produto Apple começou a apresentar problema? Então é possível que ele esteja incluso em um dos programas de recall da empresa. Apesar da ótima qualidade, não é raro, infelizmente, que determinada linha de produtos da Maçã, como Macs, iPhones e outros dispositivos, apresentem mau funcionamento em seus componentes a curto e longo prazo.

O "Programa de Serviço da Apple", também chamado de recall, é um suporte especializado para atender gratuitamente usuários que precisam realizar trocas e consertos de produtos detectados com falha de fabricação, ainda que estejam fora da garantia.

Em outras palavras, mesmo que seu Apple esteja funcionando bem, é recomendável verificar se ele está elegível para recall. Assim você pode evitar maiores problemas no futuro, principalmente se estiver relacionado ao superaquecimento de bateria.

Como saber se estou elegível para o recall da Apple?

A Apple disponibiliza uma página com programas de reparo e troca com a lista de todos os produtos que ainda estão elegíveis. Antes de acessá-la, recomendamos ter em mãos o número de série, que servirá para a maioria dos casos que estão listados no programa de serviço.

Para encontrar o número de série do seu produto, siga as instruções abaixo:

  • No Mac, acesse o menu "Apple" > "Sobre este Mac".
  • No iPhone, iPad, iPod touch, iPod e Apple Watch, acesse "Ajustes" > "Geral" > "Sobre".
  • Em outros produtos você encontrará gravado na superfície, embalagem original ou nota fiscal.

Seu produto faz parte de algum dos programas de recall? Então entre em contato com um Centro de Serviço Autorizado Apple (AASP). Você também pode marcar um horário em uma Apple Store, se houver em sua região, ou falar diretamente com o Suporte da Apple.

Fique atento às instruções que a Apple oferece para em cada página para garantir a melhor solução do problema. Além disso, lembre-se de fazer o backup no iCloud ou em outro dispositivo e salve as informações importantes.

Ao enviar o produto, a Apple irá realizar uma análise prévia para seguir com o reparo. Caso seja constatado algum dano que impossibilite o serviço, como trincos ou arranhões, custos adicionais deverão ser incluídos. Portanto, certifique-se que esteja tudo em ordem!

Você já participou de algum dos programas de recall da Apple? Conte-nos abaixo como foi a sua experiência e se o problema foi resolvido com sucesso.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.