Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Como encontrar o melhor mouse pad?

Por| Editado por Léo Müller | 12 de Janeiro de 2022 às 10h24

Link copiado!

Danilo Berti/Canaltech
Danilo Berti/Canaltech

Encontrar o melhor mouse pad para comprar pela internet não é uma tarefa fácil. Afinal, trata-se de um tipo de produto que é interessante avaliar o material pessoalmente antes de levar para casa.

Mesmo assim, é possível aprender um pouco sobre as opções disponíveis para facilitar a busca. Além do tamanho, existem diferentes tipos de superfícies, além de modelos com ou sem suporte de pulso. Isso sem falar em mouse pads especiais com luzes RGB e outros efeitos, mas esses ficam para uma outra matéria.

Entenda abaixo as características e diferenças entre os vários apoios disponíveis para descobrir como escolher o melhor mouse pad. Para ajudar ainda mais, deixei algumas indicações de modelos confiáveis ao longo do texto.

Continua após a publicidade

Tamanho

Antes de falar nas superfícies, vou explicar brevemente as diferenças no tamanho dos mouse pads. Existem modelos que servem unicamente para evitar que o mouse arraste sobre uma superfície fixa, com o objetivo de evitar riscos ou sujeira na mesa, até aqueles grandes o bastante para oferecer conforto para longos períodos jogando ou em atividades artísticas.

Os mouse pads mais simples possuem cerca de 24 cm de largura por 19 cm de comprimento. Modelos que já entram na categoria gamer partem de 29 x 21 cm, e muitos são ainda maiores, sendo que modelos considerados grandes podem ultrapassar dimensões de 35 x 28 cm. Além dos modelos estendidos, que pegam, também, o teclado.

O ideal é pensar mais no espaço que você tem disponível na mesa ou bancada onde deixa o computador ou notebook. Afinal, não adianta nada comprar um mouse pad maior do que a superfície onde ele vai ficar, não é?

E lembre-se: quanto maior o tapete de apoio, mais espaço para movimentar o mouse sem precisar tirar do lugar e reposicionar para voltar a buscar o ponto que deseja na tela.

Material: flexível ou rígido

Continua após a publicidade

Existem, basicamente, dois tipos de mouse pads: duros (rígidos) ou macios (flexíveis). Dentro de cada um, há vários tipos de materiais, e inclusive existem modelos, e aina há algumas categorias que ficam no meio do caminho em maleabilidade.

O mais importante aqui é compreender as vantagens e desvantagens de cada um. Mouse pads duros oferecem movimentos mais velozes do cursor, já que oferecem menos resistência. O fato de não se moldarem conforme a superfície em que são colocados também garante um rastreio melhor dos movimentos.

No entanto, esses modelos podem desgastar mais os pés do mouse, além de sofrer riscos por conta de pequenas sujeiras que ficam entre a superfície e o periférico. São os mouse pads mais comuns, também, e a recomendação é evitar modelos muito baratos, pois a parte rígida pode se descolar da base, inutilizando o produto.

Continua após a publicidade

Os modelos rígidos geralmente são de plástico, e podem ter a parte de baixo emborrachada, em EVA ou no mesmo material. Também existem mouse pads duros de alumínio, mas o preço não é nada atraente para nós que moramos no Brasil.

Já os mouse pads macios, ou flexíveis, são mais indicados para quem já desembolsou um bom valor no mouse, já que mantêm a integridade dos pés dele. Só não são muito recomendáveis para quem usa superfícies com desníveis, já que eles se moldam conforme a bancada em que são colocados.

Uma dica para estes modelos é buscar aqueles que possuem bordas costuradas, que prendem a parte de cima de tecido à inferior de borracha. Isso garante a estabilidade do mouse pad na mesa e evita problemas com o descolamento da parte superior no caso de colas de má qualidade.

Continua após a publicidade

Os modelos flexíveis geralmente são de tecido, em materiais como nylon, tecido de algodão, microfibra ou até fibra entrelaçada. São também os mais populares entre gamers no Brasil.

Outros materiais

Continua após a publicidade

A indústria de mouse pads não se resume apenas a modelos rígidos e flexíveis. Existem alguns modelos híbridos, desde aqueles com superfície macia, até alguns bastante flexíveis, mas com um acabamento que também protege contra a absorção de água.

São modelos mais difíceis de encontrar. Você pode procurar por mouse pads semirrígidos, que trazem os problemas tanto dos rígidos quanto dos macios, ou por modelos híbridos, que trazem as melhores vantagens de cada um, mas por um preço bem mais elevado.

Superfície: lisa ou texturizada

Dentro de cada categoria, é possível encontrar mais duas “sub classificações”: superfície lisa ou texturizada. O primeiro tipo é o mais comum e o que eu mais recomendo para quem não sabe muito bem o que precisa. Afinal, se você não tem certeza de existe a necessidade de uma textura no seu mouse pad, é porque precisa de um modelo mais simples, mesmo.

Continua após a publicidade

Os modelos com superfície texturizada são melhores para quem precisa de um controle maior da movimentação do cursor. Designers e jogadores de RPGs ou de tiro com mira de alta precisão tendem a se dar melhor com esse tipo de superfície.

Apoio de pulso

Sobre o apoio de pulso, vai de cada um. Eu mesmo já tentei usar com a almofada extra, mas não me adaptei — e inclusive senti mais dores no pulso do que usando sem ele. Mas se você puder testar um modelo com o suporte, pode valer a pena.

Continua após a publicidade

Como escolher o melhor mouse pad para você

Não tem fórmula. Só quem pode descobrir o melhor mouse pad para o seu uso é você. Este guia dá as informações necessárias para entender as diferenças entre os diversos modelos disponíveis, agora é só pegar tudo isso e decidir.

Se você tem pouco espaço, é melhor partir para os mais simples. No caso de a sua mesa ser grande, você pode ver quanto sobra para o mouse pad e escolher um modelo a partir disso. Ou mesmo procurar aqueles estendidos, que ocupam quase a mesa inteira e também ficam embaixo do teclado.

Continua após a publicidade

A superfície e o material já são escolhas mais pessoais. Você pode optar por um modelo liso, com deslizamento suave do mouse. Ou escolher um texturizado, que oferece maior precisão de movimentos. Rígido, que entrega movimentos mais rápidos, ou macio, que é mais confortável para uso prolongado.

Por fim, você pode optar por um modelo com apoio para o pulso ou não. E aí vai depender de questões médicas: se já recebeu a recomendação pelo uso do apoio, é melhor respeitar e oferecer este conforto extra.

Como acontece com todo tipo de produto disponível, a questão é não economizar demais, pois muitas vezes o barato sai caro. E aí você vai ter que comprar outro mouse pad em pouco tempo. Mas também não precisa esbanjar.