Brasil já tem mais de um smartphone ativo por habitante

Por Felipe Demartini | 20 de Abril de 2018 às 12h13
photo_camera AndroidPIT

O Brasil já tem, oficialmente, mais smartphones ativos do que pessoas. Os números são da Fundação Getúlio Vargas, que, em uma nova edição de sua pesquisa anual sobre uso de tecnologia, revelou que, hoje, são 220 milhões de celulares em funcionamento no país contra 207,6 milhões de habitantes, de acordo com os dados mais recentes do IBGE.

Quando se leva em conta todos os dispositivos móveis, as marcas são ainda mais impressionantes. Segundo a 29ª Pesquisa Anual de Administração e Uso de Tecnologia da Informação nas Empresas, até o final de maio serão 306 milhões de aparelhos portáteis em uso em todo o Brasil. Nessa conta estão não apenas os smartphones, mas também notebooks e tablets, com um total de 1,5 gadget desse tipo por habitante.

É nesse quesito, inclusive, que surgiram dados surpreendentes. Por conta da crise econômica, a FGV esperava uma queda nas vendas de gadgets ao longo de 2017, principalmente após uma tendência de baixa que já havia sido sentida no ano anterior. Entretanto, o que se percebeu foi a manutenção da média, algo que também deve acontecer neste ano.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Mesmo com o crescimento nas vendas e, por consequência, na utilização, a situação dos computadores ainda é complicada. A FGV vê queda livre no interesse dos consumidores por tais equipamentos, na mesma medida em que celulares ocupam a preferência, principalmente, entre os jovens.

Em 2017, foram 12 milhões de computadores vendidos e, neste ano, esse total deve ter ligeira alta. Ainda assim, porém, eles estão ficando cada vez mais fora do gosto dos brasileiros, assim como os tablets, que se tornam produto de nicho e apresentam queda nas vendas. Um movimento quase proporcional, de acordo com estimativas, ao aumento no sucesso dos celulares.

A FGV indica que cerca de 70% dos aparelhos usados para conexão com a internet em nosso país são smartphones. Mais do que isso, o instituto aponta para as mudanças que esse tipo de dispositivo está operando na sociedade, principalmente em relação ao comportamento digital e à criação de novos modelos de negócios baseados em aplicativos e tecnologias móveis.

A previsão é que o Brasil alcance a marca de dois dispositivos portáteis por cidadão até 2019. Isso, claro, na somatória entre smartphones, computadores e tablets, com continuidade da soberania dos celulares e uma redução cada vez maior na utilização de meios, digamos, “tradicionais” para acesso à internet.

Fonte: FGV

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.