Publicidade

Apple anuncia pré-venda do iPhone 14 no Brasil; Watch Ultra já está disponível

Por| Editado por Wallace Moté | 30 de Setembro de 2022 às 12h24

Link copiado!

Canaltech/Apple
Canaltech/Apple

Duas semanas após o lançamento dos novos iPhone 14 no mercado global a Apple confirma as datas de pré-venda e lançamento do iPhone 14, 14 Pro e 14 Pro Max no Brasil. Além disso, o novo Apple Watch Ultra, relógio mais resistente da empresa com maior duração de bateria, acaba de ser lançado no Brasil.

iPhone 14 chega ao Brasil dia 14 de outubro

Continua após a publicidade

A Apple revelou que a pré-venda dos três modelos citados começa no dia 7 de outubro, com disponibilidade na semana seguinte, a partir de 14 de outubro.

O novo iPhone 14 Plus, modelo de 6,7 polegadas que substitui a versão compacta de 5,4 polegadas, ainda não possui previsão de lançamento no Brasil. No mercado internacional o aparelho será vendido dia 7 de outubro.

  • iPhone 14 — Pré-venda dia 7/10, lançamento em 14/10
  • iPhone 14 Plus — Sem previsão
Continua após a publicidade
O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

Confira todos os detalhes dos quatro modelos da série iPhone 14 e ainda a análise oficial do iPhone 14 Pro Max.

Apple Watch Ultra chega por R$ 10.299

A empresa iniciou as vendas do novo Apple Watch Ultra no Brasil custando R$ 10.299 pela única versão com caixa de titânio de 49 mm e conectividade GPS + rede móvel.

Continua após a publicidade

O relógio é vendido em três opções de pulseiras: Loop Alpina para aventuras ao ar livre, Loop Trail para esportes de resistência e pulseira Oceano para esportes aquáticos.

A chegada do Watch Ultra completa o trio de novos relógios da Apple no Brasil, uma vez que o Watch SE 2 e o Series 8 chegaram ao país no início desta semana.

Para completar a venda de todos os produtos anunciados em setembro, aguardamos o lançamento do já citado iPhone 14 Plus e do novo AirPods Pro de segunda geração, que será vendido em breve por R$ 2.599.

Continua após a publicidade

Fonte: Apple