Análise: Ultrabook Acer Aspire S3, o mais leve entre os leves

Por Pedro Cipoli

A Acer é uma das empresas que mais tem lançado modelos de Ultrabooks no mercado, permitindo que o usuário escolha as configurações que mais atendam às suas necessidades. As especificações variam de modelos equipados com processadores Intel Core i3 e armazenamento híbrido de SSD e HD até outros equipados com Intel Core i7 e drives totalmente em flash.

Isso permite bastante flexibilidade na hora da compra. É possível escolher o nivel de performance desejado, e ao mesmo tempo ter uma máquina ultrafina, bem leve e com um excelente acabamento. O modelo que chegou aqui no laboratório do Canaltech é de cor prata (a cor champagne também está disponível) e equipado com um processador Intel Core i5.

Acer Aspire S3
Ultrabook Acer S3 07

Mais do que desempenho propriamente dito, o usuário que deseja comprar um Ultrabook procura outros benefícios que essa categoria de notebooks ultrafinos entrega: design e egonomia estão em primeiro lugar. Como podemos ver nas imagens abaixo, a Acer focou nesses pontos ao trazer para o mercado a sua segunda geração de ultraportáteis.

Com apenas 13 mm de espessura e pesando somente 1,35 kg, esse modelo com tela de 13,3 polegadas e resolução de 1366x768 é um dos mais leves que chegaram em nosso laboratório de testes, isso sem abrir mão da rigidez da estrutura - um problema de muitos Ultrabooks disponíveis atualmente, que apresentam um aspecto frágil.

Ultrabook Acer S3 03

O teclado estilo chiclete facilita bastante a digitação por longos períodos de tempo. O único problema que observamos foi o tamanho das setas direcionais, que são muito pequenas e propensas a erros de digitação. Os atalhos de volume e controle de brilho da tela foram posicionados nessas teclas também. O touchpad é espaçoso, preciso e com recursos programáveis, eliminando a necessidade de um mouse para a maioria das tarefas.

Ultrabook Acer S3 04
Ultrabook Acer S3 02

Um dos recursos bastante propagandeados pela empresa é a qualidade do áudio, que utiliza alto-falantes Dolby Home Theater v4. O som realmente é limpo e livre de ruídos, embora o grave tenha deixado a desejar. Ao conectarmos o Aspire S3 a um sistema de som 5.1 pela saída HDMI a situação melhorou, embora o grave tenha ficado por conta das caixas externas em vez de ser processada direto pelo Ultrabook.

Ultrabook Acer S3 09

As conexões do Aspire S3 deixaram a desejar. Com apenas duas portas USB 2.0 e uma porta HDMI localizados na parte traseira (que dificultam o encaixe dos conectores), um combo de fone/microfone e leitor de cartões SD nas laterais, esse modelo apresenta pouca conectividade, sacrificando a usabilidade em benefício do design. Uma porta USB 3.0 também não faria mal, já que essa tecnologia está cada vez mais popular e até comum em Ultrabooks.

Ultrabook Acer S3 08

Em relação ao desempenho temos tudo o que podemos esperar de um modelo com o processador Intel Core i5 de segunda geração, 4 GB de memória RAM e gráficos Intel HD 3000. O processamento é satisfatório para tarefas leves e médias e visualização de vídeos em alta definição sem engasgos. Gamers não tirarão muito proveito de Ultrabooks, como de costume, devido à falta de suporte ao DirectX 11.

Essa combinação foi capaz de marcar 3127 pontos no 3DMark Vantage, alavancado principalmente pelo cache SSD de 32 GB combinado com o HD de 320 GB. Esta é uma performance respeitável para aqueles que desejam consumir conteúdos multimídia. A bateria durou 2 horas e 31 minutos segundo o Battery Eater com uso intenso, mas suportando cerca de 5 horas e meia fora da tomada com utilização normal.

Acer Aspire S3

Conclusão

A Acer fez um excelente trabalho com o Aspire S3 pois, apesar das limitações observadas no modelo, temos que levar em consideração que a pouca espessura do aparelho só foi conseguida ao sacrificar alguns elementos. Fazer com que mais coisas fossem incluídas nesse chassi tão pequeno, certamente, tornaria seu preço pouco atraente para o consumidor.

Disponível no mercado brasileiro por aproximadamente R$ 2400, esta é uma excelente opção para aqueles que desejam ter o seu primeiro Ultrabook.

Prós:

  • Excelente acabamento em cor prata.
  • Teclado estilo chiclete extremamente confortável para digitação.
  • Bastante fino e leve, com 13 mm de espessura e 1,35 kg de peso.

Contras:

  • Ausência de conexões USB 3.0.
  • Windows Home Basic em vez da versão Home Premium, limitando alguns recursos.
  • Teclado retroiluminado iria bem para um modelo nessa faixa de preço.
  • O áudio é limpo e sem ruídos, mas o grave deixa a desejar.
  • Teclas de seta muito pequenas e propensas a erros.