Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Review Lity OWI B12 | Caixa de som básica com modo power bank

Por| Editado por Léo Müller | 17 de Janeiro de 2024 às 14h11

Link copiado!

Review Lity OWI B12 | Caixa de som básica com modo power bank
Review Lity OWI B12 | Caixa de som básica com modo power bank

A Lity OWI B12 chega ao mercado como mais uma alternativa de caixa de som Bluetooth com dupla função. Isso porque o dispositivo é capaz de garantir uma festa animada por muitas horas, em conjunto com a possibilidade de uso dela como power bank, graças ao carregamento reverso. Testamos o aparelho para dizer a você se o fato de ela exercer duas funções atrapalha ou não a qualidade sonora. 

Design e construção

Continua após a publicidade

O corpo da Lity OWI B12 é todo em plástico, com formato de elipse, e a parte frontal em telado metalizado. No topo, ele tem uma alça fixa, que tem detalhes em vermelho para combinar com a logo da marca. Abaixo da alça, estão os botões de controle da caixa Bluetooth, e cada um possui uma função específica para garantir que a usabilidade do produto seja agradável. 

Sua base é emborrachada para garantir maior fixação nas superfícies. No verso, estão as conexões auxiliar, USB-C, USB-A e o atalho de reset. Algo interessante de destacar é que a OWI B12 possui certificação IP65, garantindo resistência a respingos de água.

Qualidade sonora

Continua após a publicidade

A qualidade sonora da Lity OWI B12 é mediana. O produto traz um volume abaixo de alternativas mais simples e baratas, estoura um pouco quando está em 100% e não tem uma representação relevante dos graves ou subgraves. 

Na canção “Master Blaster”, do Steve Wonder, o solo de baixo presente no meio da canção fica “sem presença”, já que os alto-falantes destacam mais os médios e agudos. Para quem é mais exigente e está acostumado com graves robustos dos modelos da JBL, por exemplo, há uma grande diferença. 

Continua após a publicidade

Formas de uso

Algo que destaca não só a OWI B12, mas a maioria das caixas de som da Lity, é o modo TWS. Ao ativar este recurso, você tem a possibilidade de parear outro alto-falante do mesmo modelo para impulsionar o som em volume e qualidade. Essa opção pode ser atrativa para festas, garantindo que todos terão o mesmo nível de percepção sonora.

Ela tem conectividade Bluetooth 5.2, mas também entrada para cabo auxiliar, caso queira conectá-la a alguma outra fonte sonora, como computador, por exemplo. A entrada USB-C serve para o carregamento da caixa, mas a USB-A permite o plugue de um cabo para o uso da função de carregamento reverso. Assim, você pode manter o smartphone com a bateria alta enquanto o uso pareado ao dispositivo.

Continua após a publicidade

Bateria

Segundo a Lity, a bateria da OWI B12 tem a previsão de uso de 18 horas contínuas. Porém, ao longo dos meus testes, a bateria se mostrou mais efetiva, pois alcançou 25 horas de reprodução de músicas, com o volume em 50%.  

Com o modo power bank da OWI B12, o ciclo de recarga do smartphone é lento, e um aparelho com 5.000 mAh de bateria pode demorar 3 horas para alcançar 100%. Todavia, é uma funcionalidade interessante para momentos esporádicos.

Continua após a publicidade

Concorrentes diretos

A JBL Charge 5 é uma grande concorrente da Lity OWI B12. A caixa de som da empresa laranjinha permite um carregamento reverso mais rápido, tem qualidade sonora superior, e só perde para a caixa da Lity em autonomia de bateria. Seu preço próximo de R$ 800 é R$ 200 superior ao valor do aparelho da Lity.

Continua após a publicidade

Vale a pena comprar a Lity OWI B12?

A Lity OWI B12 não vale a pena. Apesar de a caixa de som ter ótima bateria e uma proposta interessante, está mais do que provado que alto-falantes com o intuito de fazerem tudo não conseguem ser competentes em sua principal função.

Isso fica nítido nesta caixa Bluetooth, pois ela deixa a desejar em sua qualidade sonora, com graves ausentes, médios avantajados e agudos tímidos. Então, pagar R$ 600 para ter uma experiência mediana não faz sentido.