Review Edifier GX07 Hecate | Bons e bonitos fones de ouvido gamer

Por Amanda Abreu | Editado por Léo Müller | 13 de Maio de 2022 às 14h33
Ivo Meneghel Jr/ Canaltech

O Edifier GX07 Hecate é o fone da marca chinesa com foco para os gamers e usuários que priorizam a qualidade durante as músicas, filmes e outros conteúdos. Com case e fone em formato inspirado nos carros esportivos, ele também tem luzes RGB nas laterais, garantindo um design feito para quem realmente gosta de jogos.

A parte sonora é boa, e os sons agudos, médios e graves são perceptíveis de modo geral. O cancelamento de ruído e modo transparência também são excelentes e funcionam muito bem, porém os modos de música e jogos deixaram a desejar em alguns pontos.

Todavia, será que o GX07 é realmente bom? Pude testá-lo por dois dias seguidos e venho trazer a minha experiência de uso. Confira na nossa análise.

Prós

  • Qualidade sonora
  • Design confortável

Contras

  • Preço elevado
  • Bateria com baixa autonomia

Design e Construção

O design do Edifier GX07 Hecate é bastante diferente em relação a outros fones de ouvido Bluetooth que já testei para o Canaltech. Ele é comprido e seu formato lembra as asas de um pássaro, bem estilizado. O fone é do tipo intra-auricular, ficando posicionado internamente no canal auditivo.

Eu o utilizei por quase dois dias e achei a experiência de uso bem agradável. Eles ficaram bem firmes e sem aquela sensação ruim de que ele pudesse cair, mesmo enquanto mexia a cabeça ou andava pela casa fazendo outras tarefas.

O estojo de carregamento também tem um formato não tão convencional e sua abertura lembra as das portas dos carros esportivos. Dentro da caixa do acessório, são enviados suportes auriculares em outros tamanhos, um cabo USB-A para USB-C e uma bolsa para transporte. Seu preço gira em torno R$ 900, aproximadamente.

  • Fone: 35 mm x 3 mm x 15 mm;
  • Peso fone: 5 gramas;
  • Estojo: 40 mm x 70 mm x 70 mm;
  • Peso fone + estojo: 52 gramas.

Por ser um fone de ouvido gamer, seu case disponibiliza dois leds RGB localizados nas laterais. Eles são ativados quando o estojo está sendo recarregado ou quando é aberto durante o uso. Na traseira, há o conector USB-C para carregamento da bateria.

Preciso confessar que, apesar de bonito, achei o estojo muito frágil de forma geral. A abertura em formato de asa aparenta ser aquele tipo de característica legal, mas que não vai durar muito tempo. Pelo preço, esperava algo um pouco mais robusto e com aparência de duradouro.

Edifier GX07 Hecate (Imagem: Ivo/Canaltech)

Qualidade de Som

A qualidade sonora do GX07 é muito boa, porém esperava mais. Não vou dizer que os conteúdos reproduzidos ficaram abaixo das minhas considerações, mas estamos falando de um fone de ouvido de R$ 900 que, por esse motivo, nos possibilita pensar em muitas opções diferentes nessa faixa de preço.

Indo para a parte técnica, achei todos os sons muito equilibrados e com potência suficiente para aproveitar músicas e consumir outros conteúdos multimídia. As vozes ficam bem cristalinas, sem aquele efeito de “abafamento” que ocorre em fones mais simples.

Os médios e graves são bem distinguíveis, além de o segundo ter potência e força suficiente durante as reproduções. Os agudos também foram nítidos e não se misturavam com os outros tons, trazendo maior detalhamento e imersão.

Em músicas com batidas mais pesadas, como a “Animals” do Martin Garrix, os graves eram presentes e davam corpo ao som. Já na “Rockabye”, as vozes e violino não tinham ruídos ou outros detalhes que atrapalhasse a experiência, muito comuns em fones mais simples.

O case tem luzes RGB em suas laterais, trazendo um design mais diferente exclusivo (Imagem: Ivo/Canaltech)

Modos de som

O GX07 oferece vários modos alternativos para diferentes tipos de conteúdos no fone de ouvido. Desde o cancelamento de ruído ativo e modo transparência, ao feito exclusivamente para ouvir músicas ou jogar em algum dispositivo com conexão Bluetooth.

Todavia, devo dizer que os dois primeiros modos foram os que mais me agradaram e que realmente fizeram a diferença na usabilidade do produto. A supressão de ruídos é eficiente, já que combinado com o formato do acessório, possibilita uma diminuição considerável de boa parte dos barulhos que escutava a minha volta.

O modo transparência também era impressionantemente bom. Assim que era ativado, parecia que estava sem os fones no ouvido e ouvia tudo claramente em alto e bom som. Ele também tem níveis de regulagem através do app da marca (Edifier Connect), existindo a possibilidade de escolher a intensidade entre os níveis -3 a 3.

Já os modos gamer e música não foram tão interessantes quanto eu esperava. Inclusive, achei que a performance nos jogos foi bem abaixo das expectativas, já que a latência entre as ações e o som do jogo eram bem perceptíveis em muitos momentos. Ou seja: apesar de ser um bom fone, alguns aspectos não eram tão positivos quanto o esperado.

A abertura do estojo relembra a das portas dos carros automáticos (Imagem: Ivo/Canaltech)

"A qualidade sonora do Edifier GX07 Hecate é realmente muito boa durante a reprodução de músicas e outros conteúdos."

— Amanda Abreu

Bateria e Conectividade

A bateria do Edifier GX07 decepciona um pouco. A fabricante informa autonomia de 5 horas ininterruptas com o cancelamento de ruído ativo e de 06h30 com o cancelamento de ruído desativado. Todavia, não obtive números semelhantes nos testes.

Com a supressão de ruídos desativada, observei a duração de 05h10 no total. Já com ela ativada, foram 04h18 até a bateria se esgotar por completo, algo bem abaixo do esperado. Tanto estranhei os números que cheguei a repetir os testes e tive resultados bastante semelhantes, comprovando que, nessa parte, a autonomia do GX07 é incompatível com a informada pela própria Edifier.

A recarga é feita através de um conector USB-C localizado na traseira do case, além de o cabo ser disponibilizado dentro da caixa do produto.

O carregamento do Edifier GX07 Hecate é feita através de uma USB-C (Imagem: Ivo/Canaltech)

"O modo exclusivo para jogos não fez tanta diferença durante as partidas jogadas por mim de Call of Duty: Mobile."

— Amanda Abreu

Ficha Técnica

  • Bluetooth: 5.0;
  • Codecs de áudio: LHDC, AAC, SBC;
  • Unidade de driver: Driver dinâmico 8mm;
  • Resposta de frequência: 20 Hz – 20 kHz;
  • Nível de pressão sonora: 94 ± 3dB;
  • Impedância: 24Ω;
  • Porta de carregamento: USB-C;
  • Resistência à água: IP54.

Concorrentes Diretos

Levando em consideração as características e preço do Edifier GX07, o fone Nothing Ear(1), recentemente testado por nós aqui do Canaltech, é uma das opções válidas como um concorrente direto da marca chinesa.

Ele tem um dos designs mais diferentes já vistos em fones de ouvido Bluetooth, revestido em plástico transparente. Com isso, é possível ver detalhes de sua construção, tais como os componentes que o fazem um excelente produto.

Nothing Ear (Imagem: Ivo/Canaltech)

Nossa analista Jucyber definiu o Nothing Ear como uma grata surpresa em muitos pontos, principalmente na parte do áudio, já que dentro do app da marca é possível realizar ajustes finos na qualidade do que é reproduzido de forma geral.

Ele também tem cancelamento de ruído ativo e modo de jogo, garantindo menor latência entre a ação e o som dentro das partidas.

Por fim, ela o considerou confortável para ser utilizado durante muitas horas seguidas, além de sua faixa de preço ser um pouco mais barata que o GX07 — na casa dos R$ 800 sob importação.

Conclusão

O Edifier GX07 é um bom fone de ouvido, mas é isso. Apesar de existirem muitos modos disponíveis e ter qualidade sonora razoável, eu considero seu preço muito elevado para a proposta.

É possível importá-lo por R$ 600, aproximadamente, mas ainda assim encontramos opções mais interessantes e equilibradas nesse contexto.

Novamente, não estou dizendo que ele é ruim, mas um preço mais competitivo seria interessante e faria o acessório ser mais convidativo. Outro ponto não muito bacana é a autonomia da bateria, já que é inferior ao informado pela fabricante.

Nesse caso, considero o GX07 da seguinte maneira: ele é excelente, desde que comprado pelo preço certo. Levando isso em consideração, com certeza o usuário não se arrependerá da escolha.