MacBook Pro 2019 | O que esperar da nova linha da laptops da Apple?

Por Wagner Wakka | 13 de Maio de 2019 às 10h15

Ainda pode ser cedo para falar de uma versão 2019 do MacBook Pro. Cedo por conta de falta de rumores e informações sobre o aparelho. Contudo, já é possível especular sobre o que especialistas pensam sobre o novo produto.

Um deles é Rene Ritchie, especialista em Apple e assumidamente amante dos laptops da empresa. Ele escreveu um texto para o iMore em que coloca suas projeções sobre o que pode ser o aparelho nesta geração.

Teclado

Um dos principais pontos desta nova versão pode ser o teclado. A Apple tem apostado em um sistema chamado de “borboleta”, em que há um mecanismo abaixo das peças que as eleva. Junto disso, adiciona membranas para evitar que sujeira entre e cause problemas às teclas.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Contudo, durante os últimos anos não são poucos os relatos de pessoas que tiveram problemas com teclados do MacBook Pro, Ritchie incluso. Ele ressalta que há uma gama de pessoas que reclamaram disso, sendo que um número ainda maior pode dizer que nunca teve problemas com a utilização.

A despeito de prós e contras da peça, o que ele aponta é: independentemente da opinião dos usuários, ou mesmo se o sistema funciona e dá poucos problemas, o que acontece é que o teclado em borboleta está “manchado”. Assim, para ele, a Apple terá de apresentar uma nova proposta mesmo que não queira.

A aposta (mais travestida de desejo) de Ritchie é que a Apple volte com um modelo do Magic Keyboard, aquele clássico em metal usado em desktops da empresa. Contudo, para o analista, o sistema precisa contar com teclado númerico em formato de T invertido, não com o formato retangular atual (teclas para cima e para baixo espremidas).

Magic Keyboard é um dos mais clássicos da Apple (Foto: Divulgação/Apple)

Tela

Neste quesito, rumores apontam que a Apple está trabalhando em um modelo com telas de bordas menores do que a versão 2018. Isso permitirá, na concepção de um aumento de perto de uma polegada, um laptop com 16 polegadas no chassi do atual de 15. Ainda, seria possível chegar próximo até de 17 polegadas na aposta de Ritchie.

Outro ponto é que rumores apontam que o aparelho deve chegar com telas de Micro LED, ainda longe do OLED esperado pelos usuários. Junto disso, seria possível ter uma definição de 6K neste aparelho.

Há especulações sobre a tela ser sensível ao toque, o que Ritchie também considera difícil tendo em vista que o macOS não é tão amigável para toque. Ele lembra que a Microsoft modificou por anos o sistema do Windows para conseguir entregar uma plataforma integrada por touch para testes aparelhos.

Portas

Este sempre é um fator controverso para aparelhos da Apple, sobretudo os móveis, como os MacBooks. Qualquer pessoa que tem ou já teve um aparelho desses teve de comprar também acessórios e adaptadores para entradas HDMI e outros.

O ponto é que a Apple está abandonando as entradas USB-A, apostando somente nas tipo C. A empresa deve manter essa trajetória usando essas portas para fazer o máximo de coisas possível, inclusive recarregar o MacBook.

Capacidade

Nova versão deve contar com USB-Cs do modelo 2018 (Foto: Divulgação/Apple)

Vamos às especificações. A Apple não deve apostar em grandes atualizações de chips, já que é pouco provável que os de 10 nm sejam lançados até a chegada dessa nova linha de MacBooks.

Com isso, ele deve contar com no máximo 17 polegadas, um processador Xeon, placas gráficas voltadas para designers e produtores gráficos e memória ECC.

A companhia também pode apostar em melhorias térmicas de chip para melhorar o desempenho sem que haja efetivamente melhoria em hardware.

Nisso, também há expectativa de que a Apple use a Nvidia como parceira para placas gráficas no novo MacBook. Contudo, isso ainda é especulação, sem nenhuma fonte próxima para confirmar.

Os novos MacBooks Pro devem ser apresentados só em junho deste ano, mais especificamente no dia 3, quando a Apple tem agendado o World Wide Developers Conference, seu evento para desenvolvedores.

Fonte: iMore

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.