Dell apresenta nova linha Inspiron com SSD e chip de 10ª geração da Intel

Por Wagner Wakka | 30 de Outubro de 2019 às 17h08
Wagner Wakka/Canaltech
Tudo sobre

Dell

Saiba tudo sobre Dell

Ver mais

A Dell apresentou nesta quarta-feira (30) a sua nova linha de notebooks Inspiron 13 7000 e XPS 13, cujos principais destaques vão para leveza, armazenamento em SSD, além, claro, dos novos chips de 10ª geração da Intel.

Os dois modelos são posicionados no segmento premium, e por isso, chegam com sistemas mais modernos de armazenamento e processadores high end. Além disso, a empresa também buscou trabalhar em um modelo mais leve e fino do que os que ela já vem comercializando no mercado atualmente.

Inspiron 13 7000

Dentre os modelos, o menos potente é o Dell Inspiron 13 7000. Na parte de fora, o laptop conta com chassis em magnésio, que, segundo a empresa, é mais leve que outros metais. Assim, algumas versões chegam com menos de 1 quilo e 14,9 milímetros de espessura.

Em especificações, os pontos altos estão no armazenamento em SSD, aliado aos processadores Ice Lake, da 10ª geração da Intel. Há versões com Core i5 e i7, já que se tratam de aparelhos mais premium.

Aparelho pesa menos de 1 kg e conta com chassis em metal (Foto: Wagner Wakka/Canaltech)

“Tecnologia como uma ferramenta é algo que vai além da tecnologia de processador, envolve outros componentes como senha e SSD para que a plataforma traga o máximo [em desempenho] para o consumidor. Esse é o foco que a gente tem dado [aos produtos]: olhar não só para o consumidor, mas para toda a plataforma”, aponta Carlos Buarque, diretor de marketing da Intel Brasil.

Por baixo do capô, o modelo traz ainda 8 GB de RAM. Apesar do SSD ser intercambiável e permitir upgrades, não é possível fazer o mesmo com a memória RAM, que é soldada na placa mãe para garantir menor espessura ao notebook.

A empresa também oferece versões do Inspiron 13 7000 com placas de vídeo dedicadas da Nvidia, com o modelo GeForce MX 250 embarcado no computador. O aparelho também tem um sistema de dobradiça de tela com passagem de ar para melhorar o arrefecimento. Ainda, por conta do processamento, este modelo conta com uma bateria que promete chegar a 17 horas de duração, em média.

Detalhe das saídas de ar abaixo da tela (Foto: Wagner Wakka/Canaltech)

Segundo a empresa, a proposta é de que o aparelho tenha também mais versatilidade, motivo pelo qual traz outras características de um topo de linha, como leitor de digital, teclado retroiluminado, portas USB-A, USB-C, MicroSD, HDMI e câmera ultra fina de 2,7 mm.

No evento de apresentação, a Dell também levou duas versões mais parrudas da linha, como o modelo Inspiron 7391. A primeira conta com processador Ice Lake Core i7, 16 GB de RAM, GeForce MX 250, 512 GB em SSD e tela de 13,3 polegadas em full HD. Nestas configurações, ele tem preço sugerido acima de R$ 6.000.

Inspiron 7391 apresentado no evento (Foto: Wagner Wakka/Canaltech)

O modelo mais básico da linha chega com Core I5, 8 GB de RAM, placa Intel UHD Grapichs integrada e 256 GB de armazenamento em SSD, por R$ 5.199. Vamos às especificações completas:

Inspiron 13 7000

  • Processador de 10ª geração Intel Core i5 (10210U) ou Intel Core i7 (10510U)
  • Intel UHD com memória gráfica compartilhada ou placa de vídeo NVIDIA GeForce MX250 com 2 GB GDDR5 vRAM
  • Tela de LED Full HD (1920x1080) de 13,3 polegadas e borda estreita
  • Memória de até 8GB (LPDDR3 2133MHz)
  • 256 GB M.2 PCle NVMe SSD ou 512 GB M.2 PCle NVMe SSD
  • Entrada HDMI 1.4b (1), porta USB 3.1 Gen 1 type-C com fornecimento de energia e DisplayPort (1), porta USB 3.1 Gen 1 (1), Slot de cartão Micro SD padrão (1), conexão para fone de ouvido e microfone (1)
  • Webcam com resolução HD e sistema de microfone embutido
  • Bateria de 45 Whr com 4 células ou 51 Whr com 4 células
  • Altura: 1,49 cm x Largura: 30,7 cm x Profundidade: 20,4 cm x Peso: <1kg li="">

Tal linha chega ao Brasil somente em 5 de novembro.

XPS 13 7000

Além da série Inspiron, a Dell também falou sobre o modelo XPS 13 7000, o qual já foi lançado no Brasil em 5 de outubro. O notebook tem grande parte das mesmas configurações dos novos Inspiron 7000, mas com mais potência.

No evento, a fabricante mostrou um notebook com tela de 13,3 polegadas em 4K, processador Core i7 de 10ª geração, 16 GB de RAM, além de 1 TB em SSD. Uma diferença está no chassis, que não conta a mesma leveza e o acabamento em magnésio da linha Inspiron, além de não ter placa de vídeo dedicada.

XPS 13 no evento (Foto: Wagner Wakka/Canaltech)

A linha é vendida no Brasil com preços a partir de R$ 10.999, nas versões de 8 GB de RAM e 512 GB em SSD.

Especificações

  • Processador Intel Core i7 (10710U), um hexacore de 10ª geração.
  • Intel UHD com memória gráfica compartilhada
  • Tela Ultrasharp de 13,3 polegadas, com opções sem e com touchscreen, Full HD e 4K Ultra HD
  • Memória de até 16 GB (LPDDR3 2133MHz)
  • 512 GB PCle SSD
  • Porta Thunderbolt 3 com fornecimento de energia e DisplayPort (2), Porta USB-C 3.1 e DisplayPort (1), leitor de cartão (microSD) e conexão para fone de ouvido e microfone (1)
  • WebCam com resolução HD e sistema de microfone embutido
  • Bateria: 52 Whr
  • Altura: 0,78 cm a 1,16 cm x Largura: 30,2 cm x Profundidade: 19,9 cm x Peso: A partir de 1,16g

O desafio do armazenamento 

A Dell informou que seus aparelhos voltados ao segmento mainstream e premium vão começar a ser lançados já com armazenamento em SSD. O motivo é claro: o sistema garante muito mais velocidade no notebook que o tradicional e já defasado HDD.

O problema é passar isso para o consumidor final, já que não é um conceito tão simples para o usuário comum. “A gente ainda tem que educar um pouco o público sobre a qualidade de um SSD. Antes, a experiência era de ‘número maior’, ou seja, 2 TB era melhor que o 1 TB. Mas estamos começando a ver que o público já está entendendo as vantagens do SSD, fora esta questão de espaço. Para o público em geral, 256 GB ou 512 GB já satisfaz”, aponta Buarque.

Tanto a Intel quanto a Dell revelaram que o mercado brasileiro está ainda em estágio de adaptação à ideia do SSD, mas que a entrada deste tipo de componente está acontecendo mais rápido do que ambas as empresas esperavam.

Ice Lake

A Intel também aproveitou para reforçar a chegada da sua mais recente geração de chips para notebooks e aparelhos móveis, a Intel Core Ice Lake. O novo chip tem a proposta de ser mais eficiente em termos energéticos, o que permite que computadores como os da linha Inspiron tenham bateria de 17 horas.

O destaque no evento foi para a conectividade. A fabricante aponta que a nova conexão Wi-Fi 6 pode ser até três vezes mais rápida que a anterior. Em termos de entradas, os processadores são compatíveis com Thunderbolt 3, permitindo até quatro portas deste tipo em um mesmo aparelho. O sistema consegue transferir dados até 4 vezes mais rapidamente do que em conexões USB 3.1.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.