Apple amplia programa de conserto gratuito de teclado para MacBooks

Por Wagner Wakka | 22 de Maio de 2019 às 18h10
iFixit
Tudo sobre

Apple

Saiba tudo sobre Apple

Ver mais

Um dos principais problemas relacionados ao MacBook Pro das últimas gerações é o teclado. Apesar de dividir opiniões, o modelo chamado de borboleta pode ser um problemão para muita gente, já que não é raro ele simplesmente dar defeitos em teclas. Por conta disso, a empresa ampliou seu programa de conserto da peça em determinados aparelhos de sua linha.

Em post no blog oficial da empresa, ela explica como funciona o programa. Primeiro, ela reconhece os problemas de MacBooks, MacBooks Air e MacBooks Pro, com teclados que contam com caracteres que repetem, não funcionam ou apresentam teclas “emperradas”.

Nestes casos, a empresa se compromete a fazer o serviço de conserto de forma gratuita." O tipo de serviço será determinado depois que o teclado for examinado e pode envolver a substituição de uma ou mais teclas ou o teclado inteiro”, explica a companhia.

No total, são 14 modelos que podem ser inseridos no programa:

  • MacBook (Retina, 12 polegadas, início de 2015)
  • MacBook (Retina, 12 polegadas, início de 2016)
  • MacBook (Retina, 12 polegadas, 2017)
  • MacBook Air (Retina, 13 polegadas, 2018)
  • MacBook Pro (13 polegadas, 2016, duas portas Thunderbolt 3)
  • MacBook Pro (13 polegadas, 2017, duas portas Thunderbolt 3)
  • MacBook Pro (13 polegadas, 2016, quatro portas Thunderbolt 3)
  • MacBook Pro (13 polegadas, 2017, quatro portas Thunderbolt 3)
  • MacBook Pro (15 polegadas, 2016)
  • MacBook Pro (15 polegadas, 2017)
  • MacBook Pro (13 polegadas, 2018, quatro portas Thunderbolt 3)
  • MacBook Pro (15 polegadas, 2018)
  • MacBook Pro (13 polegadas, 2019, quatro portas Thunderbolt 3)
  • MacBook Pro (15 polegadas, 2019)

Como pedir o conserto?

O usuário que achar que se enquadra nos quesitos apresentados pode entrar em contato com a Apple de duas formas. A primeira é indo até algum centro de serviço autorizado pela companhia. Outro método é ir até uma Apple Store em busca de manutenção local.

“O MacBook será analisado antes de qualquer serviço para confirmar se está qualificado para esse programa”, aponta o comunicado. Depois disso, o tipo de serviço será apresentado ao usuário determinando o tempo que o aparelho terá de ficar na manutenção. “Se o MacBook, MacBook Air ou MacBook Pro tiver algum dano que impossibilite o serviço, esse problema precisará ser reparado primeiro. Em alguns casos, pode haver um custo para o reparo”, completa.

O teclado dos laptops da companhia são uma polêmica há tempos. Tanto que a empresa já informou que a peça será redesenhada para os modelos seguintes de MacBooks.

Fonte: Apple

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.