Xiaomi vai investir R$ 5,4 bilhões em setor de casas conectadas

Por Wagner Wakka | 11 de Janeiro de 2019 às 19h21
Tudo sobre

Xiaomi

Saiba tudo sobre Xiaomi

Ver mais

A Xiaomi já se tornou um nome conhecido no mercado de smartphones. Agora a empresa quer expandir seus negócios para outros setores, mais precisamente o de casas conectadas. Em post no blog oficial da empresa, o CEO Lei Jun informou que a Xiaomi vai investir 100 bilhões de yuan, equivalente a US$ 1,5 bilhão ou R$ 5,5 bilhões em um novo setor da companhia chamado de “AIoT”.

A sigla é relativa a uma mistura de AI, de inteligência artificial, com IoT, de internet das coisas. Ou seja, uma parte dedicada a aparelhos como smart speakers e outros itens inteligentes para casa.

“Nós vemos um futuro no qual todos os dispositivos domésticos serão conectados à internet e controlados pela voz. Uma onda de eletrodomésticos será substituída por dispositivos inteligentes. Haverá uma rede AIoT que se infiltra a cada segundo na vida das pessoas, abrangendo montanhas de usuários, tráfego e dados ”, disse Lei.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Esta movimentação também pode indicar uma tentativa da empresa de dar uma nova margem para a companhia. Atualmente, a Xiaomi é a quarta maior fabricante de smartphones do mundo, mas está focada somente nisso. A projeção é de que este mercado trabalhe em reclusão, com queda de 15% de vendas de aparelhos em comparação com 2018.

Ainda, para tentar já remediar este possível problema, a empresa quer começar endereçando novos modelos de entrada para uma nova linha. Assim, ela vai separar a sua marca entre uma linha mais potente e outra de aparelhos com configurações mais simples, tentando ainda abraçar o mercado em 2019.

É possível também que a Xiaomi invista mais no Xiaomi AI, assistente pessoal da companhia. Atualmente, ele está presente já em mais de 100 milhões de aparelhos pelo mundo.

Fonte: Xiaomi Blog

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.