Diante de alto prejuízo, Uber anuncia congelamento de contratações

Por Wagner Wakka | 12 de Agosto de 2019 às 13h43
Divulgação
Tudo sobre

Uber

Saiba tudo sobre Uber

Ver mais

A Uber está congelando as contratações para equipes de engenharia e serviços nos Estados Unidos por conta de cortes de despesas. A informação vem da própria companhia, conforme anuncia a Bloomberg.

Segundo o texto, a Uber está parando seu programa de contratação de engenheiros voltados para software e gerentes de produtos. Os números da companhia apontam que ela já contratou até mais funcionários do que as metas para o ano.

“Continuamos agressivamente na contratação de talentos, incluindo engenheiros, em todo o mundo. Pausamos temporariamente algumas equipes para garantir que sejamos tanto efetivos quanto eficientes, de acordo com nossas prioridades estratégicas”, disse nota.

O termo contratação ainda se refere apenas a funcionários sob o guarda-chuva da empresa, sendo que os motoristas parceiros podem continuar a se cadastrar para oferecer corridas.

A decisão vem logo depois que o Yahoo Finanças divulgou a notícia de que a Uber teve resultado financeiro do trimestre abaixo do esperado, incluindo receitas. No total, a empresa registrou prejuízo líquido de US$ 5,24 bilhões, considerado o maior da história dela. Além disso, desde a abertura de capital em maio deste ano, as ações registraram queda de 11%.

A medida também integra uma outra ação de corte da Uber. Na semana passada, ela anunciou o corte de 400 funcionários do time de marketing, também com o intuito de enxugar as contas.

Fonte: Bloomberg, Yahoo

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.