OkCupid faz campanha contra a Mozilla e promove boicote ao Firefox

Por Redação | 01.04.2014 às 15:28

O site de encontros OkCupid, página amigável ao público LGBT (lébiscas, gays, bissexuais e transgêneros), surpreendeu os usuários que tentaram acessá-lo a partir do Mozilla Firefox na manhã desta terça-feira (01).

De acordo com o comunicado estampado no site, o OKCupid interrompeu seus serviços para quem usar o Firefox porque "o novo CEO da Mozilla, Brendan Eich, é oponente da igualdade de direitos para os casais gays". "Gostaríamos que a preferência de nossos usuários fossem a de não utilizar o software da Mozilla para acessar o OkCupid", acrescenta o site no comunicado.

A razão do boicote é o apoio, em forma de US$ 1 mil, dado por Eich à Emenda Constitucional conhecida como California's Proposition 8, que elimina os direitos iguais no casamento de pessoas do mesmo sexo. Essa não foi a primeira demonstração de insatisfação com a postura de Eich. Na semana passada, mesmo não atribuindo a saída diretamente ao fato, três executivos deixaram a empresa após a indicação do novo CEO da companhia.

OkCupid 2

O OkCupid foi mais incisivo e declarou em seu comunicado que "aqueles que procuram negar amor e, ao invés disso, querem reforçar miséria, vergonha e frustração, são nossos inimigos e desejamos a eles nada mais além de fracasso".

De acordo com o site The Verge, a Mozilla respondeu oficialmente ao boicote do OkCupid com a seguinte declaração: "A Mozilla apoia a igualdade para todos, incluindo a igualdade de casamento para casais LGBT. Não importa quem você é ou quem você ama, todos merecem direitos iguais e de serem tratados com equivalência. O OkCupid nunca nos procurou para nos deixar a par de suas intenções, muito menos para confirmar fatos".

Fonte: http://mobile.theverge.com/2014/3/31/5568136/okcupid-asks-users-to-boycott-firefox-because-of-ceos-gay-rights