Tim Cook desabafa e faz críticas às gigantes da tecnologia em discurso

Por Natalie Rosa | 18 de Junho de 2019 às 09h54
Reprodução
Tudo sobre

Tim Cook

Saiba tudo sobre Tim Cook

Na semana passada, o CEO da Apple, Tim Cook, fez um discurso para formandos da Universidade de Stanford. Além de dar o seu discurso motivacional, como de costume, o executivo aproveitou a oportunidade para "atacar" as grandes empresas de tecnologia.

"Hoje, nos reunimos em um momento que demanda algumas reflexões. Abastecido de cafeína e códigos, otimismo e idealismo, convicção e criatividade, gerações de graduados e desistentes de Stanford usaram a tecnologia para refazer a nossa sociedade", disse Cook. Até este momento, vemos um discurso motivacional bastante padrão para formaturas. Então, o executivo começou o desabafo.

"Mas eu acho que você concordaria que, ultimamente, os resultados não têm sido claros ou diretos. Em apenas quatro anos que vocês estiveram aqui, as coisas pareceram ter mudado bastante. A crise moderou o otimismo. Consequências desafiaram o idealismo. E a realidade abalou a confiança cega", desabafou.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.
Tim Cook em Stanford (Foto: Reprodução)

Na sequência, Cook começou as acusações. "Mas, ultimamente, parece que esta indústria está se tornando mais conhecida por uma inovação menos nobre — a crença de que você pode reivindicar crédito sem aceitar responsabilidade. Nós vemos isso todos os dias agora com as violações de dados, todas as violações de privacidade, todas as 'vistas grossas' para o discurso de ódio, contaminação das notícias falsas em nosso debate nacional, falsos milagres em troca de uma única gota de seu sangue", falou o CEO.

Em seguida, ele acrescentou que "se você construiu uma fábrica de caos, não pode se esquivar da responsabilidade pelo caos" e que "assumir a responsabilidade significa ter coragem de pensar nas coisas".

O chefão da Maçã também falou de privacidade, afirmando que a vigilância digital afeta tudo. "Se aceitarmos como normal e inevitável que qualquer coisa em nossa vida possa ser agregada, vendida ou ainda vazada em caso de invasão, então nós perdemos muito mais do que apenas dados. Nós perdemos a liberdade de sermos humanos", finalizou Cook.

O discurso de Tim Cook pode ser assistido na íntegra abaixo:

Fonte: TechCrunch

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.