Sony confirma que não irá mais vender smartphones no Brasil

Por Rafael Rodrigues da Silva | 26 de Abril de 2019 às 16h21
Tudo sobre

Sony

Saiba tudo sobre Sony

Ver mais

Nesta sexta-feira (26) a Sony divulgou o relatório fiscal do primeiro semestre da empresa para seus acionistas e, entre os números receitas e as explicações de o que a empresa estava fazendo para garantir o contínuo crescimento no futuro, ela revelou algo que de certa forma pegou o mercado de surpresa: abandonou todo o mercado da América do Sul, inclusive o Brasil.

Isso quer dizer que os lançamentos mais recentes da empresa, como o Xperia 1, Xperia 10 e Xperia 10 Plus, não serão vendidos nas lojas do país, e só poderão ser encontrados por meio de importadores.

A notícia foi confirmada na página 20 do relatório fiscal da empresa do primeiro trimestre de 2019 (período entre janeiro e março deste ano), que afirma que, neste período, a empresa abandonou não apenas todo o mercado da América do Sul, mas também a América Central e o Oriente Médio.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.
Trecho do relatório fiscal da empresa que revela a saída da Sony de toda a América Latina

O que surpreende é que, com exceção da citação no relatório, a empresa em nenhum momento se pronunciou oficialmente sobre a saída do Brasil. É provável que essa saída oficial tenha acontecido no final de março, quando a versão brasileira do site oficial da Sony deixou de mostrar informações sobre smartphones e passou a orientar apenas sobre assistência técnica e serviços de pós-vendas.

Ao entrarmos em contato com a assessoria de imprensa da Sony Mobile no Brasil, descobrimos que a Japonesa também havia finalizado o contrato com o pessoal de comunicação, o que praticamente confirma que a companhia silenciosamente acabou com todas as ligações que possuía com o país para a venda de smartphones.

Um dos possíveis motivos para essa saída são os lucros decepcionantes conseguidos pela empresa no primeiro trimestre deste ano, que fez com que a empresa colocasse em xeque os planos de recuperação que já vem praticando nos últimos dois anos. Praticamente, a única divisão da empresa que deu lucros foi a de videogames, com o PlayStation 4.

Por enquanto, a companhia ainda não se pronunciou oficialmente sobre o assunto, e estamos tentando contato com o representante global da Sony Mobile para obter mais informações sobre a saída da empresa do mercado brasileiro. Atualizaremos esta notícia assim que tivermos resposta.

Fonte: Sony

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.