Sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central vai se chamar Pix

Por Nathan Vieira | 17 de Fevereiro de 2020 às 11h35
Divulgação

Na semana passada, o presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, revelou em entrevista à Globonews o nome do novo sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central do Brasil: Pix. De acordo com Campos Neto, o nome foi escolhido pelo órgão regulador responsável por lançar o serviço, previsto para chegar no fim deste ano.

O sistema permitirá transferências imediatas entre contas correntes com uso de QR Code. Entretanto, é válido perceber que, uma vez questionado se poderia falar mais sobre o assunto, o presidente do Banco Central achou melhor não entrar em detalhes: “Já falei que vai chamar ‘Pix’, eu nem sei se podia”, declarou.

Sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central vai se chamar Pix

Por sua vez, Carlos Eduardo Brandt, chefe-adjunto do departamento de operações bancárias e de pagamentos do BC, chegou a revelar em outra ocasião, por meio de uma entrevista ao Valor Investe, que o sistema iria contar com marca e identidade visual.

Em setembro, o Banco Central afirmou que a ideia é substituir as transações com dinheiro em espécie ou por meio de transferências bancárias (TED - Transferência Eletrônica Disponível - e DOC - Documento de Ordem de Crédito) e débitos por transações entre pessoas. Segundo o BC, os pagamentos instantâneos serão feitos em alguns segundos e funcionarão 24h todos os dias da semana. Atualmente, os pagamentos por transferência são feitos por canais bancários e os valores chegam ao destinatário no mesmo dia, desde que a transferência seja feita em dias úteis, em horário definido pelos bancos de 6h30 às 17h.

Fonte: Valor Investe

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.