Robôs tomarão 6% de todos os empregos nos EUA até 2021

Por Leandro Souza | 14 de Setembro de 2016 às 19h12

A robótica e inteligência artificial realmente são coisas maravilhosas, mas um estudo aponta prospectos assustadores para o futuro. Segundo a conceituada empresa de pesquisas Forrester, em 2021, cerca de 6% dos empregos atuais nos Estados Unidos serão eliminados pelo uso de robôs para estas tarefas.

Chamados de agentes inteligentes, estes sistemas movidos por inteligência artificial poderão entender o comportamento humano e tomar decisões baseadas nestas interações. Estes robôs já são capazes de desempenhar papéis como assistentes virtuais, chatbots e sistemas automatizados via robótica como, por exemplo, carros sem motoristas humanos, que já estão em desenvolvimento por empresas como Tesla e Google.

Segundo o especialista da Forrester Brian Hopkins, responsável pelo estudo, em 2021 uma grande onda de inovação iniciará, cortando muitos dos empregos realizados por humanos.

"Os maiores impactos serão sentidos em setores como transporte, logística, atendimento e serviços para consumidor", afirmou Hopkins.

O estudo inclusive foi ilustrativo em mostrar como os robôs e inteligências artificiais serão os empregados do futuro, dizendo que drones farão a entregas de compras por exemplo, sendo que talvez nem as suas compras foram encomendadas por você: seu assistente virtual fez isso.

Para outros analistas, como Andy Stern, ex-presidente do Sindicato de Empregados no setor de serviços norte-americano, a marca de 6% é preocupante, levando em conta o cenário econômico mundial, que está cada vez mais escasso em empregos de tempo integral.

“Teremos pessoas procurando emprego e com dificuldades para encontrá-los, pois as mesmas tendências se repetirão em outras áreas como bancos, varejo e saúde", afirmou Stern.

Via: The Guardian.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.