Os 10 melhores produtos e serviços do Google

Por Douglas Ciriaco | 08 de Setembro de 2015 às 10h51

Quando se fala em Google, provavelmente a primeira coisa que vem à sua mente ainda é o motor de busca mais popular da internet. Porém, como já é de conhecimento de quase todo mundo, os serviços da empresa vão muito além de simplesmente ajudar você a encontrar alguma coisa na web.

E-mail, sistema operacional mobile, navegador, comparador de preços de produtos, hotéis e passagens de avião, suíte de aplicativos para escritório, mapas, portal de vídeos... Tudo isso e muito mais. E olha que estamos nos restringindo ao mundo virtual, porque, atualmente, o Google (ou, melhor, a Alphabet), investe também no “mundo real”, com pesquisas em tecnologia, saúde, carros e até mesmo inteligência artificial.

Neste mês de setembro, quando a empresa celebra seu 17º aniversário, nós elegemos os 10 melhores produtos do Google. A lista conta tanto com produtos da web quanto com aplicativos e sistemas que não estão exatamente na rede. E há ainda produtos que não eram originalmente da companhia, mas foram incorporados a ela após sua aquisição.

1. Google

Melhores do Google

Buscador ainda é o produto mais popular do Google. (Foto: Reprodução/Google)

Obviamente que o grande destaque da companhia continua sendo o seu buscador. Ele ainda movimenta bilhões de dados diariamente em basicamente todos os países do planeta e também é a porta de entrada de muita gente para outros serviços da empresa, tanto é que volta e meia o Google é acusado de favorecer seus próprios produtos nas buscas.

De qualquer forma, o projeto de pós-graduação de Larry Page e Sergey Brin que começou a engatinhar na segunda metade dos anos 90 foi um dos grandes catalisadores da revolução da web vivida na virada do milênio. Conforme aumentava a quantidade de informação disponível e de usuários na internet, o Google apresentou um jeito novo de encontrar as agulhas neste enorme palheiro que é a rede mundial.

Além disso, o buscador é a base para inúmeros outros serviços de pesquisa mais específicos e que de alguma forma são relacionados a ele, como o Google Imagens, Google Shopping, Google Notícias, Google Livros, Google Acadêmico, Google Voos, Google Hotel Finder e vários outros.

2. Android

Melhores do Google

HTC Dream: primeiro smartphone com Android. (Foto: Akela NDE/Wikimedia Commons)

O Android não nasceu dentro do Google, mas na Android Inc, empresa fundada em outubro de 2003 por Andy Rubin, Rich Miner, Nick Sears e Chris White em Palo Alto, Estados Unidos. A ideia inicial do quarteto era desenvolver sistemas operacionais inteligentes para câmeras digitais, mas eles resolveram mudar o foco ao perceber a possibilidade de criar um SO concorrente ao Symbian e ao Windows Mobile

Em 2005, o Google adquiriu a companhia sem deixar muito claras as suas intenções, mas já dando vistas de que poderia entrar no mercado mobile. Dito e feito, em 2008 chegava às lojas o HTC Dream, o primeiro dispositivo comercial a rodar o sistema operacional Android.

De lá para cá, o robozinho verde conquistou usuários em todas as partes do mundo e figura hoje como a principal plataforma móvel do mundo. Baseado no Linux, ele conta com milhares de aplicativos pagos e gratuitos em sua loja online, tem uma versão exclusiva para Smart TVs e já foi até usado em um miniconsole.

3. Gmail

Melhores do Google

Gmail revolucionou os serviços de e-mail. (Foto: Reprodução/Gmail)

Se você usa internet há uns 15 anos, deve se lembrar bem de como eram os e-mails da época. Serviços como Hotmail, Yahoo, BOL, iBest e iG eram as principais opções da época para quem precisava enviar e receber mensagens eletrônicas. Mas estes serviços não eram exatamente ideais, afinal eram lentos e ofereciam pouco espaço.

Quem não se lembra do Hotmail com 2 MB de espaço para guardar tudo? Pois bem, em 1º de abril de 2004 o Google apresentou ao mundo o Gmail, serviço de correio eletrônico que dava incríveis 1 GB de espaço para que os usuários armazenassem qualquer coisa.

Se aos olhos de hoje 1 GB hoje parece uma quantia irrisória, imagine há 11 anos, quando o principal concorrente oferecia menos de 0,2% desse espaço. De qualquer forma, o Gmail trouxe ainda uma forma inteligente de gerenciar e-mails, muito mais fluida e organizada do que qualquer outro serviço à época.

4. Google Chrome

Melhores do Google

Chrome é o navegador mais usado no mundo hoje. (Foto: Divulgação/Google)

Até 2008, a única alternativa de fato a quem prezava pelo seu próprio bem-estar ao navegar na internet era o Mozilla Firefox. O grande navegador daquele tempo ainda era o Internet Explorer, ainda na versão 6.0, sinal claro do grande descaso com o qual a Microsoft lidou com a web durante boa parte da sua vida.

Eis que, de repente, em 2 de setembro daquele ano, o Google pega todo mundo de surpresa e lança o seu próprio navegador. O Google Chrome chega fazendo barulho, baseado em um projeto open source (o Chromium) e logo de cara arrebata milhares de usuários ao redor do mundo. Com o passar do tempo, ele deixa o Firefox para trás e, finalmente, se torna o principal aplicativo do gênero no planeta.

De acordo com o StatCounter, em janeiro de 2009, o Chrome era utilizado por 1,38% das pessoas que acessavam a internet. Seis anos depois, ele abocanha uma fatia de mercado de 48,71%, enquanto seus principais rivais, Internet Explorer e Firefox, são escolhidos por 18,91% e 16,53% dos usuários, respectivamente.

5. YouTube

Melhores do Google

YouTube é a principal plataforma de vídeo da web. (Foto: Reprodução/YouTube)

O YouTube foi lançado em 14 de fevereiro de 2005 e é mais uma das apostas certeiras do Google. O portal de vídeos não nasceu dentro da companhia — ele foi criado pelo trio Chad Hurley, Steve Chen e Jawed Karim, ex-funcionários do PayPal —, mas foi adquirido pelo Google em 9 de outubro de 2006 por US$ 1,65 bilhão, maior aquisição da companhia até então.

De lá para cá, o serviço se tornou referência quando o assunto é vídeo na internet. Atualmente, ele recebe mais de 100 horas de vídeo por minuto, serve de plataforma para transmissões ao vivo, tem serviço dedicado à realização de gameplays e é, provavelmente, o principal serviço de streaming de música do mundo (apesar de não ser este o foco inicial do produto).

O Google incrementou de forma significativa os recursos da plataforma, criando alternativas como YouTube Gaming e YouTube Music Key a seus usuários. Além disso, o site conta com listas de reprodução, editor de vídeos e diversas ferramentas para medição de audiência, servindo como um kit completo para produtores de conteúdo e espectadores.

6. Google Maps

Melhores do Google

Google Maps oferece diversos serviços relacionados à localização. (Foto: Reprodução/Google Maps)

Lançado em 8 de fevereiro de 2005, o Google Maps é o principal serviço gratuito do gênero hoje. Nascido apenas como um serviço de mapas, hoje em dia ele conta com inúmeros recursos inteligentes, como funções para traçar rotas, medir distâncias, encontrar itinerários e horários de ônibus e muito mais.

Além da visualização tradicional de um mapa, o Maps oferece visualização de imagens de satélite e também o sistema Street View, que permite a você “caminhar” por ruas de várias cidades do planeta. Informações sobre estabelecimentos (comerciais ou não) e até mesmo tours virtuais internos são outras das várias possibilidades do Google Maps.

Nos dispositivos móveis, o Maps funciona como um serviço de GPS gratuito. Com ele, você pode traçar rotas e ser guiado de maneira precisa, inclusive com informações sobre tráfego em determinadas regiões — vale lembrar que o Google adquiriu o serviço de GPS social Waze.

7. Google Docs

Melhores do Google

O Google nasceu dentro da internet e levou para a web serviços tradicionalmente associados aos deskops. Um deles é o Google Docs (aqui, usamos este termo para nos referir genericamente ao conjunto de aplicações de produtividade da companhia), suíte que conta com editor de texto, de planilhas e de apresentações de slides.

O serviço foi lançado em agosto de 2005, baseado no Writeldy, produto adquirido pelo Google, e no antigo Google Spreadsheets. Seu principal diferencial era estar na web, então você pode acessar seus arquivos de qualquer lugar, pois tudo é salvo nas nuvens. Além disso, o Docs causou grande impacto também por permitir a edição colaborativa de documentos, ou seja, várias pessoas poderiam acessar o mesmo arquivo e alterá-lo simultaneamente.

Assim, acabavam-se de vez as confusões com várias versões de arquivos presentes em seu e-mail quando você trabalhava em conjunto com seus amigos e colegas. Aos poucos, o Google foi adicionando novos recursos às suas ferramentas, criando versões mobile e até mesmo a possibilidade de tudo funcionar offline.

8. Google Analytics

Melhores do Google

Analytics é a ferramenta de estatísticas do Google. (Foto: Divulgação/Google Enterprise Blog)

A internet vive de estatísticas. São elas que indicam o quanto uma página está indo bem ou mal, influenciando em preços de anúncios e garantindo a existência de um espaço na web. Quando se fala em medição de números no mundo virtual, o principal nome do gênero é o Google Analytics.

Com um cadastro gratuito, o Google fornece um código exclusivo que deve ser inserido no código fonte de sua página. Depois disso, ele passa a medir a quantidade de acessos, quanto tempo as pessoas passam em sua página, de onde vem os acessos, como as pessoas chegam à sua página e muito mais.

A partir disso, é possível compreender melhor seu público e ter uma ideia clara de como vão os seus projetos na web, tudo a partir de um único lugar, com informações precisas e de fácil compreensão. A base para a criação do Analytics foi o sistema Urchin, criado pela Urchin Software Corporation, companhia que foi adquirida pelo Google em 2005.

9. Google Fotos

Melhores do Google

Google Fotos oferece espaço infinito para você guardar suas fotografias. (Foto: Reprodução/Google Fotos)

O mais recente dos serviços do Google listados aqui é o Google Fotos. Gestado dentro do Google+, a rede social da companhia que nunca decolou de fato, o serviço oferece espaço ilimitado para armazenamento de fotos de até 16 megapixels. Isso quer dizer que é perfeitamente possível guardar todas as fotografias que você tirar em sua vida ali dentro.

Além de simplesmente armazenar, o serviço ajuda você a organizar tudo. Você pode criar seus próprios álbuns ou utilizar aqueles montados automaticamente por este serviço. Além disso, ele facilita o compartilhamento de suas fotos e ainda conta com um sistema de ajustes que melhora o aspecto da imagem automaticamente.

Este é o serviço de fotos nativo do Android e ele ainda conta com versão para iOS. Nos dispositivos móveis, o Google Fotos pode realizar backup automático de suas imagens, salvando tudo nas nuvens de maneira automática assim que elas são capturadas em um tablet ou smartphone.

10. Chrome OS

Melhores do Google

Chrome OS: o sistema operacional nas nuvens. (Foto: Alfasst/Wikimedia Commons)

O último nome da lista é o Chrome OS, o sistema operacional para desktops do Google. Assim como o Android, o Chrome OS utiliza um kernel Linux, porém, diferente do sistema mobile, ele funciona a partir da web. Grosso modo, é como se você utilizasse o navegador Chrome como ambiente em um computador.

Anunciado em julho de 2009, o foco do Chrome OS é oferecer um sistema leve, acessível e funcional para seus usuários. Ele vem embutido de forma nativa no Chromebook, o notebook concebido pelo Google e fabricado por empresas parceiras. Estes gadgets são compactos e pesam pouco.

O preço varia, mas normalmente eles saem bastante em conta e conseguem dar conta do recado para quem precisa de uma máquina ágil e portátil para navegação na web. Atualmente, os diversos serviços disponíveis na internet tornam perfeitamente possível a utilização do Chrome OS.

Qual destes produtos do Google é o seu favorito? Vale lembrar que grandes serviços como o Google Earth, os smartphones e tablets Nexus e também o serviço de internet Google Fiber, entre tantos outros, ficaram de fora. Deixe a sua opinião aqui embaixo, nos comentários.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.