Nova geração da Microsoft Band é anunciada

Por Felipe Demartini | 06 de Outubro de 2015 às 11h54

No palco de seu encontro com a imprensa na manhã desta terça-feira (06), a Microsoft anunciou a nova geração do Band, sua pulseira inteligente focada especificamente na prática de exercícios. E com o slogan “vá fazer grandes coisas”, a companhia não esconde suas intenções, demonstrando o desejo de se tornar, também, a maior empresa desse segmento, criando o gadget que considera ser o melhor do mercado para esse fim.

Criado de acordo com o feedback dos usuários, o foco da Microsoft com a nova pulseira veio em dois pontos diferentes – design e funcionalidade. No primeiro, a ideia foi criar um dispositivo mais maleável, com tela curva e sem bordas rígidas ou pontudas. O resultado foi um aparelho que, apesar da tela grande, ainda mantém a cara de pulseira e é focado diretamente na prática de exercícios.

A tela curvada é de LED, trabalhada especialmente para ser resistente a impactos e riscos. Além disso, a Microsoft trabalhou para que as camadas de proteção não entrassem no caminho da interação e promete o que deve ser a versão mais responsiva da Band, com uma boa sensibilidade a toques e feedback rápido sobre o que o usuário necessita.

Na parte de dentro, esse também é foco. Além dos sensores que já existiam na primeira versão, como o GPS ou os contadores de calorias e suor, a nova Microsoft Band também traz um barômetro, que adiciona novos dados à rotina de exercícios. Ao acompanhar também a altitude em que o usuário está, bem como subidas e descidas, os relatórios de malhação se tornam ainda mais profundos e o feedback dado pelo dispositivo nesses momentos aparece de maneira muito mais completa.

Microsoft Band

Tudo isso, claro, é compartilhado com a plataforma Microsoft Health, onde é possível acompanhar toda a telemetria dos exercícios e também a agenda de exercícios. A Cortana também faz parte disso tudo, indicando os melhores horários para corridas e outros exercícios de acordo com a rotina diária, lembrando o usuário que é hora de se preparar para a malhação ou sugerindo reagendamentos caso um compromisso entre no caminho da busca por uma vida saudável.

Mas não é apenas para quem corre ou levanta peso que a Microsoft Band é voltada. Esportes de menor impacto também recebem atenção da empresa, como é o caso do golfe, para o qual a empresa citou a pulseira como um “caddie virtual”, fazendo referência ao assistente que auxilia os jogadores na escolha de tacos, por exemplo.

Sensores como o acelerômetro e o giroscópio são capazes de detectar tacadas e prever informações como a velocidade da bola e a distância que ela vai viajar. Com o tempo, o aparelho também será capaz de diferenciar movimentos e saber quando você está jogando de verdade ou apenas praticando, entregando telemetrias e dados diferentes de acordo com o que está acontecendo.

Uma parceria com a Lose It!, uma das mais conceituadas plataformas focadas em perda de peso dos Estados Unidos, também vai ajudar na perda daqueles quilinhos a mais. Dados coletados pela Band se transformam em telemetria para o software e mostram a quantidade aproximada de exercícios necessários para atingir uma meta diária ou de que forma aquele lanchinho despretensioso no meio da tarde se transforma em calorias e gordurinhas.

Fora do mundo esportivo, claro, a Microsoft Band também tem seus usos. A integração com a Cortana permite a visualização de notificações e a resposta rápida a e-mails e mensagens de texto, além da marcação de compromissos ou pesquisas rápidas na internet. Tudo, claro, de forma conectada ao celular e funcionando melhor caso o usuário possua um Windows Phone no bolso.

Está interessado? Não vai demorar muito para o lançamento. A Microsoft anunciou que a nova Band entra em pré-venda já nesta terça-feira e deve ser lançada nos Estados Unidos no dia 30 de outubro. O preço oficial é US$ 249, cerca de R$ 1 mil. Por enquanto, nada de informação sobre a chegada do produto ao Brasil.