Microsoft compra Cycle Computing, promissora startup de computação na nuvem

Por Redação | 15 de Agosto de 2017 às 17h27

A Microsoft anunciou hoje a compra da startup Cycle Computing, startup especializada em computação e processamento de dados na nuvem. O valor envolvido na transação não foi revelado.

Fundada há 12 anos com uma fatura de US$ 8 mil no cartão de crédito, segundo o CEO Jason Stowe, a empresa hoje tem clientes de grande expressão, como a farmacêutica Novartis e a agência espacial NASA, além de uma série de empresas de biotecnologia, seguros, finanças e manufatura.

Apesar de não ser tão famosa para o público geral, a companhia conseguiu grandes feitos no ramo. Em 2012, ela ganhou notoriedade ao rodar 50 mil máquinas virtuais dentro dos datacenters da Amazon Web Services. O serviço foi contratado por cientistas em uma pesquisa sobre medicamentos para combate ao câncer. O preço do serviço? US$ 5 mil por hora.

A Cycle Computing não contou com nenhum aporte de investidores, mas, mesmo assim, chegou à marca de 1 bilhão de horas de processamento em 2016, com um crescimento de 2,7 vezes ao ano. Além disso, ela é uma das fundadoras da Cloud Native Computing Foundation, consórcio criado sob os domínios da Linux Foundation do qual a Microsoft e a Amazon se tornaram participantes recentemente.

A Cycle Computing fornece seus serviços em nuvens do Google, da Amazon e da Microsoft. Em um comunicado à imprensa, a Microsoft diz que irá garantir o suporte aos clientes atuais da empresa em suas nuvens de preferência, mas as próximas versões dos produtos serão lançadas com foco na Microsoft Azure.

Fonte: Business Insider, Cycle Computing