Lenovo desiste de vender smartphones com sua marca; agora todos serão Moto

Por Sérgio Oliveira | 08 de Novembro de 2016 às 10h06
photo_camera Digital Trends

A Lenovo confirmou que não vai mais comercializar smartphones com sua própria marca e que daqui em diante todos eles serão da linha Moto.

O anúncio ocorre ao mesmo tempo em que a fabricante chinesa muda a chefia de sua divisão de smartphones. Antes presidida por Xudong Chen, o Grupo de Negócios Móveis agora passará para as mãos de Gina Qiao, antiga vice-presidente sênior de recursos humanos da corporação.

A imprensa asiática vê as mudanças como um indício de que a aquisição da Motorola Mobility não foi tão bem-sucedida quanto a Lenovo gostaria. Com experiência em estratégias de negócio, Qiao está chegando para fazer a divisão mobile dar a volta por cima.

Gina Qiao assume a divisão de dispositivos móveis da Lenovo para otimizar as vendas dos aparelhos sobretudo na China

Gina Qiao assume a divisão de dispositivos móveis da Lenovo para otimizar as vendas dos aparelhos sobretudo na China (Reprodução: Forefront Magazine)

De acordo com Yang Yuanqing, presidente e CEO da Lenovo, a mudança de diretoria também faz parte da estratégia da fabricante para conquistar mais espaço em sua terra natal, sobretudo no interior. E essa é uma preocupação que precisa ser resolvida o quanto antes pela Lenovo, já que seus aparelhos vêm apresentando índices de venda maiores no mercado internacional do que na própria China.

Preocupa também o fato de a companhia ter anunciado perdas de US$ 2 bilhões no setor mobile em seu último relatório financeiro - um valor 12% inferior em relação ao mesmo período do ano passado.

Para superar essa baixa, além da nomeação de Qiao, a Lenovo também contratou três novos executivos para ajudar no processo de transição e reestruturação pelo qual a companhia passa. A ideia é que, gradualmente, ela deixe de ser uma empresa focada no desenvolvimento de hardware e passe a focar mais em "dispositivos com inteligência artificial e serviços na nuvem".

Via Campaign Asia-Pacific

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!