Inteligência artificial do Google passará a ler romances para se aprimorar

Por Redação | 05 de Maio de 2016 às 20h49
photo_camera AndroidAuthority

Se ler mais é a principal recomendação para nós, humanos, quando estamos com dificuldades linguísticas, talvez isso não poderia ser diferente para um robô. Enquanto a inteligência artificial do Google se mostra bastante avançada com respostas eficientes, ela falha em situações que exigem mais fluidez na conversação. Nos últimos meses, pesquisadores da empresa estão fazendo com o que a máquina leia livros de romances para desenvolver melhor suas habilidades linguísticas.

O processo tem se mostrado eficaz devido à similaridade de conteúdo dos livros, segundo o engenheiro de software do Google Andrew Dai. As histórias são muito parecidas, contadas com novas palavras a cada livro. Isso faz com que o "cérebro jovem" do robô foque em como a língua inglesa está sendo usada para contar as histórias em vez do conteúdo.

Embora o desenvolvimento linguístico da inteligêmncia artificial seja pela língua inglesa, o Google pretende estender os benefícios para outros serviços. Por exemplo, cerca de 10% das respostas de email via celular são feitas pelo sitema Smart Reply, que faz uma varredura em emails enviados e rascunhos e sugere respostas com base neles, pupando o esforço de digitar.

Até agora foram processados 2.865 livros e, segundo Dai, o computador já seria capaz de escrever um livro inteiro com o que aprendeu.

Via AndroidAuthority

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.