IBM Brasil inaugura espaço de inovação e prototipagem de soluções para clientes

Por Rafael Romer | 16.02.2017 às 07:00
photo_camera Reprodução

A IBM Brasil inaugurou nesta quarta-feira (15) seu novo espaço para aceleração de inovação e produção de soluções com parcerios, o Garagem 11.57. Localizado na sede da IBM, em São Paulo, o nome do laboratório de desenvolvimento faz alusão ao endereço da empresa na cidade (Rua Tutóia, 1157).

O espaço é o primeiro do tipo na América Latina, mas importa para o mercado nacional um modelo já operado pela IBM em cidades como São Francisco, Nova York, Melbourne e Tóquio. A ideia é que o Garagem 11.57 funcione como um "acelerador de projetos" para parcerios e clientes da empresa que buscam desenvolver novas soluções e produtos usando APIs do marketplace IBM Bluemix dentro de casa, mas preferem contar com a ajuda de especialistas da IBM para tornar o processo mais ágil.

De acordo com Mauro D'Angelo, Diretor de Soluções de Indústria da IBM Brasil, o espaço não é focado na construção de soluções do zero, mas sim para acelerar implementação de ideias já desenhadas por parcerios e clientes, evoluindo os projetos para a fase de prototipagem e produção de Provas de Conceito (PoCs) e MVPs – usando o auxilio dos "garagistas" para garantir rapidez no desenvolvimento e melhores práticas de construção, implementação e escalabilidade de aplicações na nuvem.

"O grande problema que a gente via é que toda transformação digital significa um projeto grandioso para uma empresa", explicou D'Angelo sobre a proposta do novo espaço. "As empresas nos pediam para testar conceitos para ver se estavam indo no caminho para, só depois, expandir para projetos maiores e mais ambiciosos".

Espaço foi inaugurado oficialmente nesta semana, mais já teve alguns projetos pilotos com parceiros da empresa (foto: Rafael Romer/Canaltech)

Apesar do time amplo de especialistas, o Garagem 11.57 contemplará projetos de três áreas específicas: Computação Cognitiva, para criação de soluções com inteligência artificial via serviços do IBM Watson; Internet das Coisas, para conexão de dispositivos eletrônicos à Internet; e Blockchain, para a criação de bancos de dados compartilhados – uma área que deve ganhar projeção a partir deste ano.

Os serviços da Garagem 11.57 serão cobrados de acordo com o escopo e duração do projeto de desenvolvimento do produto, que podem levar de quatro a oito semanas.