HTC anuncia o One X10, seu novo intermediário com bateria poderosa

Por Redação | 14.04.2017 às 17:10
photo_camera HTC

A HTC revelou nesta sexta-feira (14) a sua mais recente aposta para o mercado dos intermediários: o One X10, que chega às lojas com preço oficial de US$ 355 e tem como um dos grandes destaque o seu tanque de bateria de 4.000 mAh.

A empresa busca reviver a recente época de vacas gordas após uma leve queda graças a uma sequência pouco inovadora de lançamentos. Desta vez, porém, parece ter saído do forno um smartphone capaz de devolver as glórias à companhia taiwanesa.

Além de uma bateria de respeito que pode durar até dois dias antes de precisar de uma nova carga, o One X10 traz uma tela Super LCD Full HD de 5,5 polegadas com proteção Gorilla Glass. Dentro dele está um processador MediaTek P10 e 3 GB de memória RAM, tudo isso fazendo companhia para 32 GB para armazenamento (expansíveis via microSD para até 2 TB).

Modelo preto do novo HTC X10, anunciado oficialmente hoje (14). (Foto: Divulgação/HTC)

Especificações completas

O novo HTC One X10 conta com as seguintes especificações:

  • Processador MediaTek P10 octa-core de 64-bit;
  • 3 GB de memória RAM;
  • 32 GB para armazenamento interno (expansíveis para até 2 TB via microSD);
  • Tela Super LCD de 5,5 polegadas (1.920 x 1.080 pixels) com proteção Gorilla Glass e 401 ppi;
  • Câmera traseira de 16 megapixels com autofoco, sensor BSI, f/2.0, detecção de rostos e com obturador no botão de volume;
  • Câmera frontal de 8 megapixels com foco fixo, sensor BSI, f/2.2 e funções Autoselfie e Voice Selfie;
  • Conectividade Bluetooth 4.2, Wi-Fi, 802.11 a / b / g / n (2,4 & 5 GHz), DLNA, Miracast, GPS/GLONASS;
  • Sensor de luz, de proximidade, magnético e biométrico;
  • Bateria de 4.000 mAh
  • Dimensões 152,9 x 75,6 x 8,23 milímetros;
  • Peso: 175 gramas
  • Sistema Android com a interface HTC Sense;
  • Disponível nas cores preto e prata.
Gadget ganhou também uma versão prateada. (Foto: Divulgação/HTC)

Lançado inicialmente apenas na Rússia, o gadget pode chegar em breve em outros mercados nos quais a HTC atua — ou seja, não espere vê-lo de maneira oficial aqui no Brasil.

Fonte: HTC (em russo)