Google quer ajuda das operadoras para popularizar rival do WhatsApp

Por Redação | 23.02.2016 às 11:12
photo_camera CNN

O Google espera contar com a ajuda das operadoras para desbancar o WhatsApp — e a empresa já até sabe qual tecnologia é capaz de fazer isso: a plataforma RCS (Rich Communication Services ou, em tradução livre, Serviços de Comunicação Rica). Ela é uma alternativa muito mais potente do que a moribunda SMS, método ao qual algumas pessoas ainda precisam recorrer quando acaba o pacote de dados e quando não há nenhuma rede Wi-Fi disponível.

Por muito tempo, a forma mais prática e rápida de se comunicar com alguém foi o SMS. O sistema permite a troca mensagens de texto simples entre pessoas conectadas a uma rede de telefonia móvel em basicamente qualquer lugar do mundo. Porém, atualmente, com a evolução das redes, dos dispositivos e dos aplicativos, mandar “torpedos” é, cada vez mais, algo do passado. E quem mais herdou usuários do SMS foi o WhatsApp, aplicativo de mensagens que atualmente pertence ao Facebook.

Assim, nada mais natural que o Google tentar capturar a ira das operadoras contra o WhatsApp a fim de tentar impulsionar um novo negócio. De acordo com o consórcio GSMA, que reúne mais de 800 operadoras de todo o mundo, a companhia de Mountain View informou que oferece um aplicativo universal para RCS para ser instalado por padrão em dispositivos Android — o Jibe. Em sua página oficial, o Google garante que as operadoras poderão usar o mesmo protocolo para desenvolver seus próprios mensageiros.

Plataforma completa

Em suma, a tecnologia RCS não fica devendo em quase nada para os principais apps de mensagens da atualidade. Isso porque esta tecnologia permite o envio não somente de mensagens de texto tradicionais, mas também de fotos em alta resolução, vídeos, contatos e localização. Ela conta ainda com suporte para chats em grupo e oferece a confirmação do recebimento de mensagens enviadas.

Apesar de não confirmar uma data específica para o lançamento do Jibe, o Google garante que o novo aplicativo chega ainda neste ano. Se juntos Google e operadoras serão capazes de derrubar o WhatsApp, isso é impossível de afirmar. Mas, pelo menos, a união marca um passo adiante rumo a uma plataforma capaz de oferecer uma alternativa real para os apps de mensagens.

Fonte: Jibe, GSMA