Galaxy S8 pode não contar com versão de tela plana; analistas se preocupam

Por Redação | 13 de Dezembro de 2016 às 09h23

A tentativa da Samsung de reconquistar a confiança de seus clientes após o recall do explosivo Galaxy Note 7 pode demorar mais tempo ou até mesmo causar o efeito oposto: afastar de vez seus usuários. Essas é a possibilidade vista por analistas de mercados ao surgirem rumores de que ambos os modelos do Galaxy S8, próximo lançamento da fabricante sul-coreana, não contarem com tela plana.

Desde que anunciou sua primeira tela de borda curvada no Galaxy Note Edge, a Samsung lançou um par de smartphones emblemáticos a cada ano, sendo uma versão com tela completamente plana e um com bordas curvas. Foi o caso do Galaxy S6 e S6 Edge, do Galaxy S7 e S7 Edge, e até mesmo do Galaxy Note 5 e S6 Edge+. No entanto, a Samsung vai quebrar a tradição com o Galaxy S8.

Ainda serão lançados dois modelos, mas ambos terão as mesmas curvas de uma série "Edge". Os dois, então, devem se diferenciar apenas no tamanho: um com tela de 5,7 polegadas e outro com tela de 6,2 polegadas. Essa é também outra novidade nos smartphones da Samsung, cuja linha S geralmente tem tela de 5,2 e 5,5 ou ainda 5,7 polegadas no máximo.

Analistas, no entanto, argumentam que ainda não há uma demanda tão grande para telefones de tela curva, criando uma certa preocupação sobre a ação da Samsung em remover a opção de display plano. A principal reclamação para ausência das bordas se dá pelo fato de os usuários terem medo de que toques acidentais atrapalhem a experiência completa da interface.

O Galaxy S8 é esperado para ser apresentado oficialmente no primeiro trimestre de 2017.

Fonte: Korea Herald

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.