Deixando Bill Gates para trás, Jeff Bezos é o novo homem mais rico do mundo

Por Redação | 27.07.2017 às 13:13

De acordo com a Forbes, até a última quarta-feira (26), o CEO da Amazon tinha um patrimônio líquido de mais de US$ 89 bilhões, enquanto o de Bill Gates era de pouco mais de US$ 90 bilhões. Mas como o mercado pode se transformar do dia para a noite, esta quinta-feira (27) está sendo marcada pela troca da liderança.

O preço das ações da Amazon saltou em mais de US$ 15 durante a noite, enquanto o da Microsoft baixou ligeiramente, o que fez com que Jeff Bezos aumentasse sua fortuna em US$ 800 milhões: valor suficiente para o executivo ultrapassar Bill Gates e assumir o título de homem mais rico do mundo. É verdade que as ações da Amazon podem cair e as da Microsoft aumentar, mas pelo menos por enquanto Bezos está com o título.

O crescimento de Jeff Bezos tem um peso simbólico importante, mostrando o poder da Amazon, principalmente nos últimos dois anos. Para se ter dimensão do sucesso, desde 2015, a fortuna de Jeff Bezos cresceu US$ 45 bilhões.

É claro que Bezos evita falar publicamente sobre sua riqueza. Como a maioria dos bilionários da tecnologia, ele insiste em dizer que seu objetivo é tentar mudar o mundo ao invés de enriquecer. "Peguei o caminho menos seguro para seguir minha paixão e estou orgulhoso dessa escolha", disse ele.

Seja como for, diante da conquista desta quinta-feira, analistas acreditam que a Amazon "poderia ser a primeira empresa de trilhões de dólares". Na verdade, a liderança de Jeff Bezos no topo da lista dos bilionários mostra quão rápida pode ser a ascenção. Na década de 1980, o empresário saudita Adnan Khashoggi foi considerado o homem mais rico do mundo com um patrimônio líquido de cerca de US$ 4 bilhões. Em 1995, quando Gates se tornou o homem mais rico, sua fortuna era de 12,9 bilhões de dólares.

Via CNBC