Cyanogen fecha sede em Seattle e corta relações com cofundador

Por Redação | 02 de Dezembro de 2016 às 08h15

A treta está rolando solta na Cyanogen, e o que podia acontecer de pior foi confirmado pela empresa nesta quinta-feira (01). Em uma publicação no blog oficial da companhia, o CEO Lior Tal anunciou que a empresa fechou as portas da sede em Seattle e está de mudança para o escritório de Palo Alto, na Califórnia.

No post, Tal explica que isso vai melhorar a comunicação e o desempenho da equipe, que agora vai trabalhar sob o mesmo teto. "Esse esforço nos permitirá ser mais eficientes e reduzir restrições no ciclo de vida de desenvolvimento de nossos produtos", explicou o executivo.

O problema é que nem todo mundo concordou com a mudança, incluindo aí o cofundador da Cyanogen, Steve Kondik. "É compreensível que alguns não são capazes de desempenhar seu papel e se mudar conosco", alertou o chefão antes de revelar que a empresa cortou relações com um dos seus criadores. "A Cyanogen cortou relações com Steve Kondik, permitindo-lhe continuar a traçar seu caminho onde ele achar melhor. Desejamos tudo de bom a ele em seu novo empreendimento".

Apesar do tom seco e amigável, a verdade é que Kondik já vinha se atritando com a Cyanogen e seu antigo CEO e também cofundador Kirt McMaster há algum tempo. Em um comunicado recente, ele chegou a dizer que deveria ter tomado decisões diferentes e ter confiado em pessoas diferentes, expondo a rachadura no relacionamento da dupla.

O anúncio feito por Lior Tal ocorre poucas horas depois de pessoas próximas à Cyanogen revelarem que ela estava promovendo uma nova onda de demissões em Seattle. Tanto é que ontem mesmo surgiu um boato de que a sede fecharia as portas, o que, infelizmente, acabou acontecendo.

Via Android Authority

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.