COVID-19 | Brasil diminuiu 71% a movimentação em pontos de lazer, diz Google

Por Stephanie Kohn | 06 de Abril de 2020 às 18h13
Pexels
Tudo sobre

Google

Saiba tudo sobre Google

Ver mais

O Google divulgou na última sexta-feira, 4, a primeira versão de um relatório que visa ajudar a detectar a tendência de movimentação das pessoas durante a pandemia de COVID-19 e auxiliar as autoridades no enfrentamento da doença.

São dados agregados e anônimos para detectar tendências de movimentação ao longo do tempo em pontos de lazer, supermercados e farmácias, parques, terminais de transporte, locais de trabalho e áreas residenciais.

De acordo com o report, locais de lazer, como restaurantes, cafés, shoppings, museus, livrarias e teatros tiveram, em média, uma queda na movimentação de 71% em todo o Brasil, sendo Pará e Tocantins os Estados que mais se movimentaram (-61%) e Santa Catarina a região que menos frequentou pontos de lazer, com uma diminuição de 80%.

Já supermercados e farmácias, como é de se esperar, mantiveram maior frequência nas cidades brasileiras. A queda de visitação desses locais foi, em média, de 35% no país. Mais uma vez, Santa Catarina se mostra como o Estado mais responsável no quesito isolamento social e apresentou a maior queda de mobilidade nestes locais (-48%).

O relatório ainda mostra que os brasileiros diminuíram, em média, 62% a movimentação em terminais de transporte, 34% em locais de trabalho e 70% espaços públicos como parques, praias e praças.

Para conferir os dados Estado a Estado, basta acessar o relatório completo. Vale lembrar que o Google compilou dados de diversos países do mundo e todos estão disponíveis online.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.