Com Google acusado de monopólio, Apple estaria agilizando seu próprio buscador

Por Ramon de Souza | 28 de Outubro de 2020 às 20h00
Pixabay
Tudo sobre

Apple

Saiba tudo sobre Apple

Ver mais

No mês de agosto, o Canaltech noticiou que a Apple poderia estar trabalhando em seu próprio motor de busca para não ter mais que utilizar os recursos do Google. Agora, novas informações divulgadas pelo jornal Financial Times voltam a ressuscitar tal assunto, garantindo que a Maçã estaria acelerando seus planos de criar um buscador independente depois que o Gigante das Buscas passou a ser alvo do governo estadunidense.

O Google, vale lembrar, está sofrendo um processo antitruste do Departamento de Justiça dos Estados Unidos, que investigará supostas práticas abusivas adotadas pela companhia para garantir sua soberania no mercado de buscas online. Uma das práticas citadas no processo é justamente o pagamento de US$ 8 bilhões a US$ 12 bilhões por ano à Apple para que o buscador seja o padrão nos dispositivos da marca.

Segundo o Financial Times, o iOS 14 já exibe resultados de pesquisas próprios, o que indicaria que o lançamento iminente de um “iSearch” ou “Apple Search”. Vale lembrar que, recentemente, a companhia de Tim Cook foi pega no flagra contratando engenheiros de busca; ademais, especialistas perceberam que o Applebot, robô de indexação da empresa, esteve mais ativo ao longo das últimas semanas.

Vale observar que, embora o processo do governo estadunidense não inclua investigações previstas contra a Apple, seu andamento pode forçar a Google a cessar parcerias e contratos que lhe forneça qualquer tipo de benefício estratégico — caso isso aconteça, a Maçã poderia se ver sem um buscador para utilizar em seus sistemas operacionais (ou ser obrigada a firmar um contrato com o Microsoft Bing).

Procurada pelo Financial Times, a Apple não comentou sobre as alegações.

Fonte: Mashable

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.