Google compra fabricante de drones que estava na mira do Facebook

Por Redação | 14 de Abril de 2014 às 16h14

O projeto do Google de levar internet até áreas remotas por meio de equipamentos voadores acaba de ganhar um forte aliado. Segundo informações publicadas pelo Wall Street Journal, a empresa acaba de adquirir a Titan Aerospace, uma fabricante americana que constrói drones e possui uma série de unidades de pesquisa e desenvolvimento no estado do Novo México, nos EUA.

O negócio não teve valores confirmados oficialmente, mas o Google já comentou sobre o intuito da aquisição. A equipe da companhia se juntará ao Project Loon, que pretende aumentar o alcance da internet utilizando balões ou outros meios – como drones – para levar tecnologias de acesso à rede a áreas onde não há nenhum tipo de cobertura.

Uma outra companhia, chamada Makani, também faz parte dessa empreitada após uma aquisição recente pelo Google. A empresa é responsável por uma tecnologia de turbinas que utilizam o vento como fonte de energia e contribui para dar autonomia aos equipamentos que, um dia, serão colocados em uso pela gigante das buscas.

É interessante notar que a Titan Aerospace vinha sendo alvo de rumores de compra pelo Facebook recentemente. O motivo seria exatamente o mesmo, já que a rede social também possui um projeto próprio de levar a internet a áreas remotas utilizando drones energizados pela luz do sol.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.